Saúde

Cresce internações e mortalidades por câncer em Jaraguá

Foto: Reprodução

Flávio José Brugnago

Flávio José Brugnago é Editor chefe do JDV e na bagagem carrega mais de 40 anos de profissão. 

A prevenção de doenças por meio da adoção de hábitos saudáveis e da busca dos recursos existentes na medicina é fundamental para manter a saúde. Alguns números informados pela Secretaria de Saúde de Jaraguá do Sul mostram uma realidade triste relacionadas a internações e mortalidade por câncer, de pessoas residentes na cidade.

As internações por neoplasias (tumores) pelo SUS, de 2014 a 2018, aumentaram 34% em Jaraguá do Sul, passando de 854 (em 2014) para 1.147 (em 2018). No primeiro semestre do ano passado foram 567 internações por neoplasias e de janeiro a junho deste ano, 619, aumento de 9% no período.

As internações SUS por câncer de mama, no período de cinco anos, cresceram 30%, ou seja, de 54 (em 2014) para 70 (em 2018). No primeiro semestre de 2018 foram 36 e no primeiro semestre deste ano 60, aumento de 67%. Muito preocupante.

A mortalidade por câncer de residentes em Jaraguá do Sul e atendidos pelo SUS somaram 201 (em 2018) e 146 (em 2014), aumento de 38% no período. Considerando o semestre inicial de 2018 (103) com o semestre inicial deste ano (94), houve redução de 8,7%.

Os números revelados pelo secretário Alceu Gilmar Moretti, da Saúde, mostram que o câncer foi a principal causa de mortes de jaraguaenses em 2017, 2018 e primeiro semestre deste ano. Por câncer de mama morreram 17 pessoas em Jaraguá no ano passado, sendo 11 no primeiro semestre. De janeiro a junho de 2019 foram 10, redução de 9%. Considerando o período de cinco anos, houve 54% de aumento de vítimas do câncer de mama.