Trânsito

DIA MUNDIAL SEM CARRO - Pesquisa aponta que 53% dos brasileiros usam meios alternativos de locomoção

Foto: Isandro Fiamoncini

Flávio José Brugnago

Flávio José Brugnago é Editor chefe do JDV e na bagagem carrega mais de 40 anos de profissão. 

Você sabia que o Dia Mundial Sem Carro irá acontecer no próximo dia 22 de setembro? Tendo em vista a proposta da comemoração, o Cuponation, plataforma de descontos online e integrante da alemã Global Savings Group, compilou dados sobre quanto da população brasileira e mundial escolhe se locomover sem precisar dirigir um carro, assim como o governo apoia com o dia no calendário civil.

Com cerca de 7,7 bilhões de pessoas no mundo atualmente (ONU), um grupo de analistas americanos da área automobilística geográfica realizou um levantamento em 2018 e concluiu que a estimativa de veículos circulando pelo mundo atualmente seja de 1,4 mil bilhões. A previsão para os próximos anos é de que esse número duplique com rapidez.

Comparando esse dado com a quantidade de pessoas no mundo, isso indica que apenas 18% da população global possui um automóvel - é válido lembrar as exceções, como pessoas que não desejam um automóvel e crianças e idosos, que não conseguem conduzir um carro.

No Brasil, a população é estimada em 210,1 milhões de pessoas, segundo dados deste ano do levantamento do IBGE. Dentre carros, caminhões, caminhonetes, motocicletas, ônibus e outros, a média de veículos no país é de 97.591.211, de acordo com a Anfavea, o que significa que cerca de 47% da população brasileira possui um automóvel.

A baixa taxa de consumo automobilístico consequentemente gerou queda nas vendas de automóveis nos últimos meses, como em agosto, por exemplo, que contabilizou diminuição de 3,5% em relação ao mesmo período do ano anterior, de acordo com a Fenabrave.

Em uma década Jaraguá ampliou em 41,8 mil os veículos licenciados

E Jaraguá do Sul, como está? Dados oficiais do Detran de Santa Catarina, atualizados mensalmente, mostram que em agosto (2019) Jaraguá do Sul tinha uma frota licenciada de 120.870 veículos automotores, considerando todas as categorias, sendo destes, exatos 70 mil carros de passeios. Isto significa que em 10 anos (comparando com agosto 2009 quando havia 48.233), a cidade recebeu mais 24.767 automóveis.

O balanço do Detran-SC, fechado em 31 de agosto, mostrava em Jaraguá do Sul 73.000 automóveis, 2.644 caminhões, 630 caminhões - trator, 6.852 caminhonetes, 6.787 camionetes, 780 ciclomotores, 241 microônibus, 17.284 motocicletas, 6.688 motonetas, 60 motor-casas, 417 ônibus, 2.557 reboques, 1.045 semirreboques, 17 sidecars, 48 tratores de rodas e um trator de esteira licenciados, 25 triciclos e 1.794 utilitários.

O total é 129.870 automotores licenciados. Em agosto de 2018 haviam 117.259 licenciados e em agosto de 2009, 78.997. Pelos números, em uma década, o aumento de automotores licenciados foi de 41.873 e especificamente de automóveis de passeio, 24.767. E nesse período, o que foi feito para melhorar o fluxo do tráfego? Quantas vias alternativas foram criadas? Como estará o trânsito de Jaraguá do Sul dentro de uma década?

Estados do sul do Brasil têm mais de 11,9 milhões de veículos

O fato apenas amplia as novas possibilidades dos outros 53% da população, que acaba buscando meios de locomoção como o uso de bicicleta, que cresceu 24% desde 2007 (pesquisa Origem e Destino) e o de patinetes eletrônicos, cujo uso cresce diariamente e dobra qualquer porcentagem estimada. No entanto, e acima de tudo, a queda do uso de carros nas ruas confirma com maior impacto que o transporte público continua sendo o meio de locomoção mais utilizado pelos brasileiros. Mas, segundo o levantamento, boa parte dos que possuem um automóvel disseram que “com certeza” trocariam o carro pelo uso de um transporte público caso estes tivessem melhorias alternativas de mobilidade urbana.

NÚMEROS - A região Sudeste concentra o maior número de veículos: 29 milhões, depois vem o Sul (11,9 milhões), Nordeste (6,6 milhões), Centro Oeste (4,4 milhões) e Norte com 1,6 milhões. Somente São Paulo tem 17,79 milhões de veículos, o Paraná 4,31 milhões, Rio Grande do Sul 4,20 milhões e Santa Catarina 2,84 milhões, citando os mais próximos. Clique aqui e veja todos os números da pesquisa.

Imagem: Isandro Fiamoncini