Saúde

Estoque no Banco de Sangue em Jaraguá está normalizado

Foto: Google

Carla Nunes

Carla Nunes é jornalista, cronista e editora do JDV Digital. 

Segundo a enfermeira responsável pelo Banco de Sangue de Jaraguá, Raquel Ribas, as doações têm sido suficientes para o município, mas ter um dia específico para a doação de sangue pode fortalecer ainda mais as doações. “Atendemos uma média de 30 pessoas por dia, tem atendido a demanda, mas esse projeto pode ajudar sim”, confirma.

E a boa notícia para quem já é doador ou para quem pretende ser é que o sistema de doação mudou. Antes era necessário que o doador estivesse em jejum absoluto, mas agora o doador deve estar bem alimentado. “Mudamos o sistema porque antes muitas pessoas passavam mal, ficavam indispostas, estar bem alimentada diminui esse mal-estar”, explica Raquel.

No Hemosc Joinville, responsável por atender todo o Norte de Santa Catarina, recebe até 80 doadores por dia e o saldo do banco de sangue tem sido positivo, mas depende muito do quadro dos pacientes, conforme explica Tainara Zilah Farias, do departamento de captação de sangue.

“Atualmente o nosso banco de sangue tem tido saldo positivo, mas depende muito da situação dos pacientes, que pode exigir mais sangue de um tipo específico e isso faz com que precisemos com urgência de mais doadores”, comenta.

O saldo do Hemosc da região norte de Santa Catarina pode ser consultado pelo site http://www.hemosc.org.br/.

O Banco de Sangue de Jaraguá do Sul é anexo ao Hospital São José. Funciona das 7h às 11h30 e o telefone é 3055-0454.