Política

Moisés diz que é preciso utilizar o dinheiro público com respeito

Foto: Isandro Fiamoncini

Flávio José Brugnago

Flávio José Brugnago é Editor chefe do JDV e na bagagem carrega mais de 40 anos de profissão. 

<p>Foto: Isandro Fiamoncini</p>

Cento e dez milhões de reais em infraestrutura e Defesa Civil foram os investimentos anunciados pelo governador Carlos Moisés na segunda-feira (12) durante a sua passagem por Jaraguá do Sul. Nesse montante está a contenção da encosta na SC-108, no Morro Guaramirim, no valor de 2 milhões 155 mil 625, mais R$ 103 milhões para duplicação de 9,34 km do trecho urbano da BR-280, entre Jaraguá e Guaramirim, incluindo as obras de arte correntes e a compra de um radar meteorológico Banda X que será instalado no Morro das Antenas, em Jaraguá do Sul.

Em seu discurso, no Centro Empresarial, Moisés frisou que os investimentos anunciados só são possíveis porque o Estado tem feito esforços para concentrar recursos nas áreas essenciais, já que ainda está impedido de fazer financiamentos. "O governo tem feito seu papel. Não vamos ficar chorando por causa do passado. Todos os dias estamos buscando formas de trabalhar melhor e gastando menos, aprimorando nossos processos, revisando contratos. Precisamos encarar o dinheiro público com respeito, porque ele vem do bolso dos catarinenses", afirmou.

Do pacote anunciado, a obra mais complexa é a retomada da duplicação da BR-280, que ainda tem um investimento previsto de mais de R$ 100 milhões para a execução e outros R$ 3 milhões para a supervisão. "Há um direcionamento nosso para investir justamente nas obras que vão ter impacto maior para o desenvolvimento dos municípios, como é o caso da BR-280", comentou Moisés. O secretário de Infraestrutura e Mobilidade, Carlos Hassler, disse que já na terça-feira (ontem), a sua equipe teria reunião com a empresa executora e supervisora para definir por onde a obra será retomada.

Retomada das obras de duplicação da BR-280 era anúncio aguardado

Em sua primeira visita oficial à região enquanto governador, na segunda-feira (12), Carlos Moisés da Silva trouxe na segunda-feira notícias alvissareiras. Uma delas, a retomada das obras de duplicação, melhoramentos e restauração do trecho estadualizado da BR-280, entre Guaramirim e Jaraguá do Sul. O investimento de R$ 103 milhões é parte do programa Novos Rumos, um pacote de intervenções estratégicas do Governo do Estado para melhorar a infraestrutura rodoviária em Santa Catarina.

A assinatura digital foi realizada na sede da Associação Empresarial de Jaraguá do Sul (Acijs), durante agenda de trabalho do governador no município. Além de constar na lista de prioridades da Secretaria de Estado da Infraestrutura, a retomada dos trabalhos na BR-280 também era solicitada por prefeitos e lideranças empresariais da região.

De acordo com o secretário de Estado da Infraestrutura e Mobilidade, Carlos Hassler, a equipe técnica do Governo esteve reunida no dia 13, terça-feira, com as empresas executora e supervisora da obra para definir os detalhes do reinício dos trabalhos. A Infrasul é a responsável pela obra que foi paralisada no governo de Raimundo Colombo.

O contrato prevê adequação, duplicação, melhoramentos e restauração da pista existente e obras de arte especiais no trecho entre os entroncamentos com as rodovias SC-108 (que vai para Joinville) e a Ponte do Portal, sobre o Rio Itapocuzinho, no limite entre Guaramirim e Jaraguá do Sul. O anúncio era aguardado pelo fato de que a falta de mobilidade tem trazido prejuízos econômicos e sociais à região de elevada monta.

Contenção e recuperação da SC-108 é finalmente autorizada

Outra obra fundamental para a região é a recuperação da SC-108, em Guaramirim, na Vila Freitas. A rodovia liga o município a Massaranduba e também é uma importante ligação da região de Blumenau com o Norte Catarinense. O governador precisou buscar os recursos no Ministério do Desenvolvimento Regional, já que a Secretaria Nacional da Defesa Civil não tinha disponibilidade.

Agora, a obra já foi licitada pela Defesa Civil de Santa Catarina. Serão investidos R$ 2,155 milhões para a elaboração do projeto e a execução do trabalho. A empresa ETEC Construção e Terraplenagem, de Palhoça, é a vencedora da licitação e está dando início aos trabalhos. "A Defesa Civil fez um laudo geológico. Com ele, foi possível buscar recurso por meio de um plano de trabalho, enviado para o Ministério do Desenvolvimento Regional.

Ele foi aprovado, feito empenho e a Defesa Civil realizou um processo licitatório e a empresa contratada fará o projeto e a execução", disse João Batista Cordeiro Júnior, chefe da Defesa Civil de SC. O governador iniciou o roteiro pela região visitando o local do deslizamento, acompanhado do prefeito Chiodini, de técnicos da Defesa Civil e da Secretaria de Estado da Infraestrutura, além de outras lideranças locais, para compreender o trabalho que será executado.