Política,Tecnologia

Prefeitura vai contratar serviços para ter cadastro multifinalitário

Foto: Isandro Fiamoncini

Flávio José Brugnago

Flávio José Brugnago é Editor chefe do JDV e na bagagem carrega mais de 40 anos de profissão. 

O Governo Municipal reabriu os prazos legais para a entrega e abertura dos envelopes para contratação de empresa especializada na prestação de serviços de identificação e documentação do sistema de objetos, objetivando a implantação de um sistema de Cadastro Municipal Multifinalitário, compreendendo o fornecimento e implantação de sistema, suporte, manutenção, treinamento e transferência tecnológica. O novo prazo é 1º de julho. O valor máximo da contratação, previsto no edital, é de R$ 6,1 milhões. O Cadastro Municipal Multifinalitário, conforme o descritivo da justificativa representa um vasto campo de atuação abrangendo desde tecnologias para medições ao nível do imóvel, o mapeamento temático, seja fundiário, uso do solo, geologia, planialtimetria, rede viária e rede elétrica, entre outros.

Também deve levar em consideração e tratar adequadamente a legislação que rege a ocupação territorial e finalmente à economia que se pode extrair da área urbana atual e suas expansões planejadas e da área rural municipal. O Cadastro Municipal, no contexto multifinalitário, deve atender aos mais diversos perfis de usuários, minimizando a redundância de custos de levantamento e aumentando a complexidade da sua modelagem, de forma a permitir a múltipla utilização dos dados por diferentes pessoas, setores e sistemas computacionais. Os serviços serão realizados em uma área total de 532,59 km², relativos à área urbana, de expansão urbana e área rural. O cadastro técnico abrangerá um universo de aproximadamente 10 mil unidades imobiliárias prediais, a serem selecionadas a partir da análise dos dados cartográficos levantados na contratação.

Município vai reunir informações em uma base de dados unificada

De acordo com o edital de licitação, o serviço a ser desenvolvido deverá integrar trabalhos e processos anteriores já desenvolvidos e aprovados pelo Município, de forma a preservar estratégias, bem como integrar os dados históricos municipais ao novo sistema pretendido. O Município de Jaraguá do Sul está unificando suas bases de dados, e compondo assim um repositório único para todas as informações referentes aos munícipes, serviços públicos, infraestrutura e demais dados pertinentes à Administração Pública. O sistema a ser contratado deverá obrigatoriamente estar integrado a este ambiente. A aplicação e a base de dados deverão ser hospedadas integralmente no datacenter do Município, que terá acesso total e irrestrito à aplicação e aos dados. O prazo de execução, a partir da ordem de serviço, será de 18 meses.