Menu
Sábado | 29/04/2017 « Voltar
Coluna 20/04/2017

Ressurreição e a Divina Misericórdia

As mulheres foram ao sepulcro antes do raiar do dia e foram testemunhas: O sepulcro está vazio! Ele não está entre os mortos, a cruz redentora foi vitória sobre a morte e elas puderam então anunciar: ELE RESSUSCITOU! Eis que tudo virou LUZ! Passamos pelo deserto, pela dor. Passamos pelas chagas de Jesus, por sua cruz. Mas agora fazemos a passagem, é PÁSCOA, é vida nova! O grito que estava cativo pode ser liberto: ALELUIA, Ele venceu a morte!

Então, é hora de vivermos intensamente esta verdade de fé, de também anunciar entre os nossos que Jesus Ressuscitou, que nossa fé não é vã, é real, porque todos ressuscitarão com Ele na Glória. Este anúncio se dá não somente neste dia, mais na semana da oitava de Páscoa, até no domingo da Misericórdia e também em todo o Tempo Pascal que viveremos até no dia do Pentecostes. A Igreja veste-se de branco, cantamos Aleluia! Glória a Deus! O Círio Pascal aceso proclama Cristo é a Luz do mundo! Tempo de receber novos cristãos na Igreja pelo Santo Batismo.

Na riqueza deste tempo comemoramos no segundo domingo de Páscoa a Festa da Divina Misericórdia, instituída pelo Papa João Paulo II em maio de 2000, que por meio da apóstola da Misericórdia, Santa Faustina Kowalska, Jesus prometeu: “Neste dia, estão abertas as entranhas da minha Misericórdia. Derramo todo um mar de graças sobre as almas que se aproximam da fonte da Minha Misericórdia. A alma que se confessar e comungar alcançará o perdão das penas e culpas. Neste dia, estão abertas todas as comportas divinas pelas quais fluem as graças. Que nenhuma alma tenha medo de se aproximar de mim”.

Cresce esta devoção no mundo, pois necessitamos mergulhar na misericórdia de Nosso Senhor Jesus Cristo, e às 15h é o momento de rezar o Terço da Divina Misericórdia, entregues ao sangue e à água que jorraram do peito aberto de Jesus na cruz, fonte de cura e milagres.
“A misericórdia vai além, faz a vida de uma pessoa de tal modo que o pecado é colocado à parte. É como o céu. Nós olhamos para ele e vemos tantas estrelas, mas quando vem o sol, pela manhã, com tanta luz, não as vemos mais.

Assim é a misericórdia divina: uma grande luz de amor, de ternura. Deus perdoa não com um decreto, mas com um carinho, acariciando as nossas feridas do pecado. É grande a misericórdia de Deus, é grande a misericórdia de Jesus. Ele nos perdoa e nos acaricia.” (Papa Francisco, homilia dia 07 de abril 2014). Estamos vivendo o Ano da Misericórdia. Aprofundemos-nos neste amor incondicional de Cristo e colheremos a plenificação da vida eterna.


Denise M. Peixer Safanelli

« Voltar
Jornal do Vale do Itapocu - Tel.: (47) 3275-0633 | 3371-1182 - Rua 25 de Julho, 1936 - Jaraguá do Sul - SC Desenvolvido por Empresadois