Menu
Terça-feira | 11/12/2018 « Voltar
Coluna 13/03/2018

Politica

Em campanha - Deputado Gelson Merísio (PSD), ex-presidente da Assembleia Legislativa, visita Jaraguá do Sul na próxima quinta-feira (15). Em campanha aberta a governador, conversa com lideranças regionais do partido e com a imprensa durante entrevista coletiva. Na lista dos pretendentes à sucessão de Pinho Moreira (MDB) está Paulo Bauer (PSDB), Udo Döhler (MDB), Mauro Mariani (MDB), Esperidião Amin (PP) e João Paulo Kleinübing, filho do ex-governador Wilson Kleinübing, agora já filiado ao DEM.

Impacto - A acusação feita pela Procuradoria Geral da República, de R$ 11,5 milhões em caixa 2 na campanha a governador em 2014 do senador Paulo Bauer (PSDB) balançou o ninho tucano. O diretório estadual prefere acreditar em um “equívoco”, mas o estrago já está feito. O que muda o cenário das candidaturas majoritárias. Já há quem aposte em duas frentes. Uma delas com MDB e PSDB, dando a vaga de vice e uma de senador para os tucanos. A outra juntando PSD, PP e DEM.

Segurança - A segurança pública será, de novo, a grande prioridade dos candidatos ao governo catarinense, como de resto país afora. Perguntar não ofende: quem dos eleitos nos últimos 30 anos, ou mais até, propôs e executou um planejamento eficiente? Ao contrário, o que se viu foi tentativa de reposição do contingente da PM, hoje em dia perigosamente defasado. O mesmo quanto a viaturas e equipamentos. Construção de novos presídios, já lotados antes de inaugurados, é coisa bem recente.

Via gastronômica - Está na mesa do prefeito Antídio Lunelli (MDB) lei aprovada pela Câmara que transforma a Rua Presidente Epitácio Pessoa em via gastronômica aos estabelecimentos do gênero naquela região da cidade. A proposta é do vereador Jaime Negherbon (MDB). Mas, se a ideia é atrair turistas, isso não basta. Por mais óbvio que possa parecer, é preciso que tenhamos turistas por aqui o tempo todo e não só na Schützenfest.

Na história - Os 30 anos da Schützenfest terão sessão solene da Câmara de Vereadores. A ideia partiu do vereador Pedro Garcia (MDB). A primeira edição começou no dia 18 de março de 1989, durou 10 dias, reuniu 26 sociedades de tiro, com público superior a 18 mil pessoas que consumiu 50 mil litros de chopp. Mas, levou oito anos para sair do papel e só se materializou pela persistência de dois amigos: o empresário Ademar Duwe e o então presidente da Sociedade Rio da Luz I, Norberto Barg.


Flávio José Brugnago

« Voltar
Jornal do Vale do Itapocu - Tel.: (47) 3275-0633 | 3371-1182 - Rua 25 de Julho, 1936 - Jaraguá do Sul - SC Desenvolvido por Empresadois