Menu
Quinta-feira | 21/03/2019 « Voltar
Coluna 12/12/2018

Educação Financeira

Planejamento: 2019

Caro (a) Leitor (a) chegamos ao final do ano e lhe questiono: “já começou o planejamento financeiro do ano de 2019”? Espero que sim. Caso sim, parabéns. Caso não, que tal começar? Para lhe auxiliar compartilho algumas informações que li recentemente no artigo com o título “Planejamento 2019: comece hoje mesmo”, disponível no site “A Escolha Certa”.

Acredito que o (a) leitor (a) já tenha feito alguns gastos com as compras de Natal e talvez irá fazer mais algumas e sem contar as despesas com as viagens durante o período de férias, e pra completar no início do ano que vem, terá algumas contas adicionais, entre elas, o IPVA, o IPTU, matrícula e material escolar para quem tem filhos, entre outros.

Não deixe o tão comum jargão popular “depois vejo como vou pagar” dominar suas finanças. Planeje antes de gastar. Pode parecer que estou querendo lhe ajudar já quase nos ‘acréscimos’ do segundo tempo, mas, se o (a) leitor (a) se encontra numa situação complicada financeiramente, que tal trocar o presente mais caro por pequenas lembrancinhas, ou se for necessário não tenhas vergonha de não presentear ninguém. E agindo assim, poderá se reorganizar financeiramente durante o próximo ano, e no final do ano que vem, com certeza, estará em condições melhores para presentear seus parentes e amigos.

Abaixo as 8 orientações disponíveis no artigo citado acima:

1- Na ponta do lápis: Anote todos os compromissos dos próximos 12 meses, como datas comemorativas, pagamento de impostos (IPVA e IPTU), matrícula e material escolar, etc. Tenha em mente qual o valor a ser gasto com cada uma dessas atividades. Os números podem mudar ao longo do ano, mas que tal ter uma ideia prévia?;

2- Anote as parcelas: Caso tenha parcelas de compras feitas esse ano que se estenderão por 2019, elas também devem estar registradas nesse planejamento, para fazer parte do orçamento financeiro dos meses seguintes (IMPORTANTE);

3- Converse com a família: Não deixe de conversar com todos os integrantes da família, inclusive as crianças, para falar sobre os sonhos individuais e coletivos. Trocar de carro, viajar ou sair das dívidas são alguns objetivos a serem considerados;

4- Pesquise os sonhos: Procure saber quanto custam e fazer cotações até encontrar a melhor possibilidade de preços para realizá-los;

5- Poupe dinheiro: Guarde dinheiro para cada sonho simultaneamente e escolha o melhor investimento de acordo com o prazo de realização de cada um. Para os de curto prazo (até um ano), coloque na caderneta de poupança ou numa LCA ou LCI que tenha liquidez, para os de médio prazo (de um a dez anos), no CDB, Tesouro Direto, fundos de investimento, aos de longo prazo (acima de dez anos), Tesouro Direto, previdência privada e ações são boas opções;

6- Reduza despesas: Faça um diagnóstico financeiro, ou seja, anote tudo o que for gasto ao longo de um mês, separando as despesas por categorias (energia elétrica, água, alimentação, combustível, telefone, etc.), para saber onde exatamente se pode diminuir ou até mesmo cortar;

7- Mude o orçamento mensal: A partir de agora, calcule da seguinte maneira: Ganho (-) Sonhos (-) Despesas, isto é, priorize os sonhos e não as despesas, e não: Ganhos (-) Despesas = Lucro/Prejuízo. Após reservar o valor destinado aos sonhos, com o que sobrar, adeque o seu padrão de vida;

8- Cuidado com a inadimplência: Caso esteja inadimplente, identifique a causa do problema. E na sequência, verifique uma forma e um plano de quitar suas dívidas vencidas, mas faça de acordo com as suas possibilidades. Reeduque-se financeiramente para realmente iniciar um novo ano, com uma vida nova.

Faça bom uso das orientações. Sinta-se à vontade para entrar em contato através do e-mail: cmwatzko@hotmail.com. Até a próxima.


Cristiano Mahfud Watzko

« Voltar
Jornal do Vale do Itapocu - Tel.: (47) 3275-0633 | 3371-1182 - Rua 25 de Julho, 1936 - Jaraguá do Sul - SC Desenvolvido por Empresadois