Menu
Sábado | 20/04/2019 « Voltar
Coluna 03/04/2019
Ilustrativa

Política & Políticos

Que vergonha!- O recém-eleito deputado Ivan Naatz(PV), também advogado, um arauto da moralidade pública, digamos assim, e o vereador Eduardo Kimassa (PRB/Itajaí), praticaram o tal nepotismo cruzado. Naatz nomeou a mulher do vereador como assessora de seu gabinete e Kimassa empregou o filho do deputado na Câmara de Itajaí. A mando do Ministério Público, foram exonerados.

Candidato? - Vereador Pier Gustavo Berri comunicou, em ofício, ao presidente da Câmara de Massaranduba, Ilmar Saplinski, que desde segunda-feira (1º de abril) não responde mais pela liderança do MDB no Legislativo. Berri, em seu terceiro mandato consecutivo, não esconde pretensões de se candidatar a prefeito em 2020. Porém, dificilmente terá apoio da executiva do partido, que já tem dois candidatos em potencial. Por isso é certa a mudança de sigla se for candidato. O prazo termina dia 6.

Renovando - Tucanos da região do Vale do Itapocu, reunidos no último fim de semana, elegeram os novos membros dos diretórios e as diretorias executivas. Ivo Schmitt Filho preside o partido em Jaraguá do Sul. Rudibert Tank assume em Schroeder, onde Beatriz Lindner, filha do vereador Pimenta, filiou-se ao partido. Em Guaramirim o novo presidente do diretório tucano é Osni Romeu Denker.

Acessibilidade - Ordens de serviço das obras de acessibilidade nos 11 postos da rede municipal de saúde já têm a assinatura do prefeito Antídio Lunelli (MDB). É resultado de Termo de Ajuste de Conduta firmado com o Ministério Público. Para fazer valer lei federal de dezembro de 2000. Desde lá nenhum prefeito moveu sequer uma palha nesse sentido. Agora, pessoas com deficiências ou com mobilidade reduzida terão um pouco mais de conforto.

Em causa justa

A Comarca de Guaramirim, que abrange Schroeder e Massaranduba, soma população ao redor de 80 mil habitantes. E, por isso, pede nova Vara de Justiça e Promotoria para dar conta da crescente demanda. Nessa direção se uniram políticos, OAB, empresários, Judiciário, polícia e a Câmara de Vereadores presidida por Osni Bylaardt, cujo pai, Arnoldo Von Den Bylaardt Júnior (foto), quando prefeito de (1966-1970), protagonizou a instalação da Comarca de Guaramirim. O ginásio de esportes da Escola Padre Mathias Maria Stein, no Bairro Caixa D`Água, inaugurado em dezembro de 2012, leva o nome de Arnoldo, pai de Osni e também avô do ex-prefeito Nilson Bylaardt, que o construiu.

Mamando- Já são sete os deputados estaduais não reeleitos em 2018 nomeados como assessores de titulares da Assembleia Legislativa, sem necessidade de comparecer ao trabalho em Florianópolis. Por nossa conta, é claro: Gabriel Ribeiro (PSD), Dóia Guglielmi (PSDB), Dirceu Dresch (PT), Patrício Destro (PSB), Mário Marcondes (MDB), Dirce Heiderscheidt (MDB) e Claiton Salvaro (PSB). Com salários (mais benefícios) médios de R$ 5.907,00. Sem comando-Diretórios estaduais do MDB, PSDB e PSD vivem à deriva em Santa Catarina depois da acachapante derrota de candidatos majoritários destes partidos nas eleições de outubro do ano passado. Estão sem rumo. Só o PP e isso por conta da eleição de Esperidião Amin para senador- o partido não elegeu deputado federal e tem apenas três estaduais- vive aparentes momentos de calmaria.

Radares- Mais de oito mil radares eletrônicos que seriam instalados em rodovias federais de todo o país foram barrados pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL). Por entender que serviriam mais para arrecadar multas do que disciplinar o trânsito. Bolsonaro anunciou, ainda, uma avaliação sobre a necessidade de todos os radares já instalados em rodovias concedidas à iniciativa privada.

Pois é- Enquanto isso, a Prefeitura de Jaraguá do Sul segue gastando recursos para consertar estragos em ruas da Ilha da Figueira causados pelo bloqueio da SC-108, em Guaramirim, desde 18 de fevereiro e por onde passam cerca de 15 mil veículos/dia. Não seria absurdo pedir ressarcimento ao Estado, que ainda não tem sequer projeto para recuperar a rodovia.

Causas- Trânsito ruim, preços altos, lixo e esgoto nas praias são algumas das causas apontadas em pesquisa encomendada pela Federação do Comércio de Santa Catarina em busca de motivos para que o número de turistas no Estado tenha caído pelo terceiro ano consecutivo. O que afeta diretamente o comércio, com queda de faturamento, receitas de impostos, empregos e renda.


Celso Machado

« Voltar
Jornal do Vale do Itapocu - Tel.: (47) 3275-0633 | 3371-1182 - Rua 25 de Julho, 1936 - Jaraguá do Sul - SC Desenvolvido por Empresadois