Menu
Terça-feira | 11/12/2018 « Voltar
Notícia . Política 06/03/2018
Um dos momentos da entrevista com autorização de investimento para conserto da Escola Renato Pradi. Foto: Isandro Fiamoncini

Queda de receitas obriga a recuperação do orçamento

Citando uma queda de R$ 100 milhões apenas com a receita do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) nos últimos quatro anos, o prefeito Antídio Lunelli (MDB) voltou a lembrar de que Jaraguá do Sul precisa manter uma gestão pública de recuperação orçamentária sob pena de reduzir ainda mais os investimentos de responsabilidade do município em vários setores. Foi ontem de manhã, no auditório do Sesi, tomado professores e diretores, dirigentes de APP da rede municipal de ensino, durante prestação de contas sobre investimentos feitos pela Secretaria da Educação em 2017.

“Mas não é fácil ser compreendido diante da diversidade de partidos políticos existentes e, por conta disso, pensamentos divergentes”, emendou o prefeito. Garantindo, porém, que “acima de tudo implantamos uma gestão séria e transparente, que possa resultar em caminhos que nos livrem dessa dependência financeira do Estado nos últimos 30 anos. Aliás, a gestão escolar na rede municipal de ensino nos dá orgulho, é exemplo para Santa Catarina”, concluiu Lunelli.

Investimentos e metas

Coube ao secretário de Educação, Rogério Jung, relatar os principais investimentos do município feitos no setor durante o ano passado, de cerca de R$ 950 mil e algumas das metas previstas para 2018. Uma delas, já com valor definido de R$ 2,03 milhões, vai ampliar o espaço físico da Escola de Ensino Fundamental Ricieri Marcatto, no Rio Cerro II, permitindo triplicar o número de alunos matriculados hoje. Outros investimentos já consolidados serão feitos na proteção de margens de ribeirões próximos as Escolas Anna Towe Nagel (R$ 324,8 mil) no Água Verde e Francisco de Paulo (R$ 228,2 mil) no Bairro Chico de Paulo.

Informática e robótica

Ontem mesmo, cinco escolas da rede municipal de ensino começaram a receber computadores, num total de 50, que será usado pelos professores em sala de aula, 20 novos projetores e equipamento de videoconferência a ser instalado na Universidade Aberta do Brasil (UAB) que funciona na Escola Albano Kanzler, Bairro Nova Brasília, com cursos universitários no sistema de ensino a distância. O total investido foi de R$ 221,7 mil. A compra de 62 kits de robótica exigiu outros R$ 77,5 mil. O número de alunos atendidos em cinco escolas, comparado ao passado (217) saltará para 248 em 11 escolas ainda em 2018. O laboratório de ciências também teve R$ 15,5 mil investidos em seis kits, contemplando 2.890 alunos. Instrumentos musicais para a banda marcial custaram R$ 29,3 mil.
Novos Centros

Neste primeiro semestre dois Centros de Educação Infantil estão sendo entregues. Um deles, o CEI Maria Mokwa Kiatkowski, no Bairro Braço do Ribeirão Cavalo, e o outro no na Vila Lenzi, denominado de Eliane Welk Kreutzfeld. Segundo o secretário Jung, no ano passado havia uma fila de espera por vagas de 932 crianças, número que foi reduzido para 531. Porém, explicou, nascem em Jaraguá do Sul cerca de 2.500 crianças a cada ano. “Algo ao redor de20% são de famílias que moram em outros municípios, uma parte vai para a rede particular e o restante para a rede municipal. Dessa forma, até o final do ano, teremos outras mil crianças na fila”. No que toca a uniformes escolares, há recursos de R$ 1,2 milhão para a compra, porém, será preciso que diretores de escolas indiquem de forma rápida a quantidade necessária.

Casa do Professor

O nome é provisório e futuramente homenageará alguém ligado à educação, mas a grande novidade da manhã foi o anúncio da adequação de um espaço múltiplo uso, com auditório, um Centro de Educação Infantil, sala de capacitação de professores, polo avançado de robótica, de ciências, música, um polo para surdos, para superdotados e de altas habilidades. O secretário Rogério Jung ressaltou tratar-se de um espaço “diferenciado, ainda não contemplado na rede municipal de ensino”. Provavelmente será onde funcionava o Abrigo Provisório da Tifa Martins.

Renato Pradi

E, por fim, coube ao secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável, Carlos Chiodini, anunciar o repasse de R$ 805 mil à Escola Renato Pradi, do Bairro São Luís, para conserto de toda a estrutura do telhado. A verba, segundo Chiodini, vem de emenda pessoal sua na condição de deputado estadual. O valor correspondente foi entregue ainda ontem à diretora da escola, Lígia Helena Braun, e ao presidente da APP, Rodrigo Holovata.


« Voltar
Jornal do Vale do Itapocu - Tel.: (47) 3275-0633 | 3371-1182 - Rua 25 de Julho, 1936 - Jaraguá do Sul - SC Desenvolvido por Empresadois