Colunas

6 formas simples de uma marca de roupas ser mais sustentável

Existem muitas maneiras de ser mais sustentável em uma marca de roupas, nesta matéria trouxe algumas delas para inspirar você que é empreendedor de moda e para você cliente que quer comprar de empresas mais responsáveis com o meio ambiente.

12/08/2021

Por

Mestra em Design, Professora de Moda, influenciadora digital e fundadora da marca de roupas Lais Hornburg.

6 formas simples de uma marca de roupas ser mais sustentável

Queridas leitoras,

a matéria de hoje é para quem deseja optar por marcas de roupas mais sustentáveis ou para empreendedoras do ramo do vestuário que querem colocar em prática ações menos agressivas ao meio ambiente.

Estudos indicam que 30% das roupas produzidas nunca são vendidas e um terço sai das lojas apenas com desconto. Além disso, muito resíduo é gerado durante a etapa do corte das peças e também há os erros cometidos durante a produção. O resultado disso é mais de 12,8 mil toneladas de roupas enviadas a aterros sanitários anualmente.

Apresentarei a seguir 6 ideias para uma marca de roupas ser mais sustentável em suas práticas:

1. Produzir sob demanda: para evitar os estoques parados e sem solução, a primeira ideia é produzir sob demanda, ou seja, fabricar poucas peças de um mesmo produto, isso pode ser desafiador, pois demanda e repetição de etapas da fabricação como o corte e a costura, mas assim evita-se a perca de dinheiro com promoções absurdas e também evita ter produtos parados no estoque.

2. Embalagens mais sustentáveis: optar por embalagens que usem pouco ou nenhum plástico é uma excelente alternativa, os clientes já sabem que o plástico não é sustentável, devido às leis que surgiram nos últimos tempos, como o banimento do uso de canudos plásticos, a ideia é optar por embalagens de tecidos naturais ou papéis reciclados.

3. Reduzir o uso de aviamentos nos produtos: muitos aviamentos impedem a reciclagem correta da peça, além de muitos produtos serem descartados pelos consumidores por quebrar um zíper ou perderem um botão, logo, evitar o uso de aviamentos pode ser uma alternativa prática para ser mais sustentável, mas é importante não deixar de oferecer conforto nos produtos, planejando modelagens adequadas.

4. Aproveitamento do tecido: pode parecer óbvio, mas é bem importante lembrar que é comum 15% da matéria-prima ser desperdiçada, virando retalhos, por isso é essencial planejar um bom encaixe do molde, para aproveitar bem o tecido, hoje já existem softwares que fazem isso automaticamente, então não tem desculpa. 

5. Reduzir o uso de água nos processos: muita energia e água são gastas durante o processo de lavanderia e tingimento de produtos de moda, mas não se indica remover essa etapa da fabricação, caso contrário as peças irão encolher na mão do consumidor e isso poderá gerar devoluções de produtos, então sugere-se apenas optar por processos de lavanderia que usem menos água e menos produtos químicos, vale trocar ideias com o prestador de serviço.

6. Optar por matéria-prima sustentável: muitas pessoas e empresas acham que optar por uma matéria-prima sustentável é única maneira de ser mais amigo do meio ambiente, mas essa não é uma verdade, essa é sim uma das opções, mas existem várias outras que podem ser consideradas.

Vale lembrar que nem todos tecidos vendidos com apelo sustentável de fato são, por isso é importante conhecer bem os fornecedores de tecido e ter certeza da origem da matéria-prima, se para fabrica-la não foi utilizado trabalho infantil, se na plantação não foi utilizado muitos agrotóxicos, se por ser mais “sustentável” foi necessário mais processos de lavanderia, etc. Algumas sugestões de matérias-primas menos agressivas são: algodão orgânico, linho, tecidos reciclados, ecológicos, veganos, etc.

É preciso considerar que não adianta uma matéria-prima ser sustentável e for tingida com produtos químicos poluentes, tudo isso precisa ser considerado pela empresa.

Por fim, sugiro sempre questionar as empresas, buscando entender como ela atua na sustentabilidade, pois existem muitas maneiras de fazer isso.

Se achou essa matéria importante, compartilha nas redes sociais e envia para as marcas que precisam dessa informação.

 

Beijos da prof Lais Hornburg :*

para mais informações acesse: linklist.bio/colunalais

Notícias relacionadas

x