Cultura,Jaraguá

Artista de Jaraguá do Sul tem projeto publicado pela revista parisiense GMARO Magazine

Foto: Divulgação

Figura atuante em campanhas publicitárias, revistas e editoriais de moda, o jovem artista Geison Prudêncio divide um pouco de suas histórias como maquiador, cabeleireiro e diretor criativo, que o levaram a grandes lições apreendidas ao longo deste caminho.

Falar de Geison é muito simples. Desde a infância, sempre gostou da simplicidade, das artes e o fascínio pela estética existente nas imagens fizeram com que o seu futuro praticamente já estivesse traçado.

Além de prestar serviços para campanhas publicitárias, revistas, editoriais e atendimentos particulares, sentiu a necessidade, na condição de artista, de se comunicar com o mundo de uma forma diferenciada, onde dá espaço à fala e às novas narrativas, além de questionar os padrões pré-estabelecidos.

Sendo assim, criou o "Projeto Identidade", um projeto questionador e inclusivo, de cunho social, colaborativo e sem fins lucrativos.

O projeto possui um caráter artístico, dando voz, enaltecendo e celebrando as diferentes formas de beleza e seus conceitos estéticos plurais.

Com quase três anos de existência, levantando sempre suas bandeiras, principalmente a de uma moda mais humana e consciente, o projeto ganhou visibilidade em mercados diversos, sendo publicado em revistas, sites, blogs, além de ser exibido em duas exposições, que contaram com 20 obras do artista.

Essa dedicação e ética lhe renderam muitas parcerias de trabalho ao lado de nomes consagrados do mundo da moda.

O projeto já foi publicado em revistas de Nova York e da Itália. Recentemente apareceu nas páginas da revista GMARO Magazine, publicação parisiense.

Neste momento tão delicado em que o mundo se encontra, produziu um novo material, em que nos leva a refletir e questionar sobre o momento que nos encontramos em nossas vidas, e quais ações são necessárias para mudar e melhorar o atual cenário.

Como diretor artístico do "Projeto Identidade", quis enfatizar nesta edição o despertar para a liberdade, neste momento de transição e travessia, onde vivenciamos um tempo em que se faz necessário abandonar as roupagens velhas, esquecer dos velhos caminhos e hábitos, que infelizmente nos levaram sempre aos mesmos lugares.

Segundo Geison, “a espera não existe, simplesmente o agora; é o tempo de travessia! E você está pronto para mudar?”

Se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à mercê de nós mesmos, sem tentar buscar a evolução. E se tivermos medo da travessia, acabaremos morrendo sem saber o que tem do outro lado...

Com informações da assessoria de imprensa

 

Receba as notícias do JDV no seu WhatsApp!