Coronavirus,Geral,Jaraguá ,Região

Estado poderá criar uma nova regional do mapa de risco Covid

O secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, esteve na manhã de ontem (18) em Jaraguá do Sul, onde participou da entrega da nova ala da maternidade do Hospital Jaraguá e posteriormente teve um encontro com a direção do Hospital São José, quando foi anunciado oficialmente mais cinco leitos de UTI adulto exclusivo para pacientes com Covid, que estarão à disposição da comunidade a partir de segunda-feira.

A articulação para a vinda do secretário Ribeiro foi do deputado Vicente Caropreso. No São José foi tratado novamente sobre o pedido para referência cardiovascular, cuja decisão não cabe ao Estado, mas sim, ao Ministério da Saúde. O Estado tem dado todo o suporte para que o pedido se efetive, dado os investimentos e estrutura que a instituição hospitalar possui.

Da mesma forma abordou-se a reclassificação dos Hospitais São José e Jaraguá, dentro dos critérios estabelecidos para os hospitais filantrópicos de SC, conforme a escala de serviços que oferecem e a sua complexidade. “Os nossos hospitais estão estruturados muito além do que recebem. A reclassificação vai trazer justiça e maior aporte de recursos da parte do Estado”, explicou o deputado Vicente.

Outra questão relevante comentada pelo secretário André Motta Ribeiro, é acerca da possibilidade de Jaraguá do Sul e o Vale do Itapocu formarem uma nova região de saúde, hoje com vínculo na Nordeste. “Não se trata de separação, mas de unir forças. Vamos levar esse assunto à discussão do colegiado da Covid para formar a 17ª região, a partir do qual Jaraguá e cidades próximas terão a própria leitura dos indicadores de mortes/comportamento da pandemia, transmissibilidade, monitoramento e capacidade de atenção”.

A reivindicação da região não é de hoje. Desde o início da pandemia, a região de Jaraguá pleiteia uma leitura própria, porque a Nordeste, dentro do mapa de risco, tem uma grande densidade populacional, incluindo Joinville, com cerca de 600 mil habitantes. Embora cidades próximas, as características de combate ao coronavírus são diferentes.