Geral,Schroeder,Turismo

Schroeder inaugura única ponte coberta da região do Vale do Itapocu

Foto: Flávio Brugnago
<p>Foto: Fl&aacute;vio Jos&eacute; Brugnago/JDV</p>

Com investimento de R$ 209.300,00, um dos mais belos locais de Schroeder, carregado de belezas naturais e história foi entregue nesta quarta-feira (23) para a comunidade. O projeto foi elaborado por Cássia Luana dos Santos, quando estagiava do curso de arquitetura e urbanismo na Prefeitura de Schroeder.

Trata-se da cobertura da ponte com 15 metros de comprimento por 5 metros de largura e 5 metros de altura, no final da rua Otto Carlos Doege, ligação entre os bairros Bracinho e Itoupava-Açu, próximo da estação de tratamento de água e da usina hidrelétrica da Celesc.

Foto: Flávio José Brugnago/JDV

A ideia é antiga e ganhou força com a implantação da estrutura de concreto no final de 2018, da parceria entre o Município e a Defesa Civil de Santa Catarina, substituindo o antigo pontilhão de madeira então existente.

A cobertura é com madeira de lei e com folhas de amianto. Tem passarelas de 1,3 metro em cada lado, totalizando 182 m². A cobertura tem um significado histórico, lembrando as antigas pontes, como da Trindade, que fazia a ligação entre Schroeder III e Santa Luzia. Hoje resume-se a uma ponte de concreto.

Foto: Flávio José Brugnago/JDV

O local é ponto de visitação, em especial no verão, quando os turistas e moradores locais aproveitam o ar puro e as águas límpidas do Rio Bracinho para se refrescarem.

O local já serviu, em algumas ocasiões, para a largada do Campeonato Brasileiro de Canoagem, com o aproveitamento das corredeiras, sempre elogiado pelos competidores.

Transposição da adutora faz parte do cenário

Foto: Flávio José Brugnago/JDV

Além da cobertura da ponte, foi feita a revitalização da transposição da adutora da Águas de Schroeder.

Ela recebeu uma estrutura com a inscrição "Corredeiras do Rio Bracinho", onde a partir da passarela o turista pode fotografar e levar uma lembrança do local. As passarelas têm piso de madeira com guarda-corpo e corrimão metálico.

Em uma das cabeceiras da transposição da adutora da Águas de Schroeder foi implantada uma roda d'água com 2,5 metros de diâmetro, feito com madeira rija, lembrando como era a força motriz para produção de energia. Urbanização e ajardinamento da área completa o projeto.

A obra foi executada em 30 dias pela DJ Construtora, de Schroeder.

No ato de entrega o prefeito Osvaldo Jurck ressaltou que a obra deve incentivar o turismo de visitação, com aproveitamento das belezas naturais que circundam o ambiente.

 

Por: Flávio José Brugnago