Educação,Geral,Jaraguá

Vídeo: Vicente Caropreso denuncia abandono de escola em Jaraguá do Sul e cobra agilidade

Imagens mostrando a situação de abandono da obra da escola de Ensino Médio Darci Franke Welk, no bairro São Luiz (ao lado da pista de atletismo), em Jaraguá do Sul, foram exibidas no plenário da Assembleia Legislativa de Santa Catarina nesta terça-feira, 9, durante pronunciamento do deputado Dr. Vicente Caropreso (PSDB). O parlamentar cobrou empenho do governo e revelou que uma nova licitação precisará ser feita, já que nenhuma empresa apresentou proposta no processo aberto no ano passado para contratar a recuperação e finalização da obra, iniciada em 2011 e paralisada em 2018, quando estava 90% concluída e já havia consumido R$ 7,8 milhões.

Devido a uma norma adotada pela Secretaria de Educação, todo o processo de avaliação e licitação de obras é realizado com o apoio técnico da Secretaria de Infraestrutura. “Após um forte trabalho, foi aberta a licitação e ninguém apareceu por causa de uma exigência de currículo profissional que não era necessária, resultando em mais atraso. A comunidade escolar está agora aguardando uma nova licitação. Estivemos na Secretaria de Educação discutindo essa situação e cobrando uma solução. Peço encarecidamente ao Deinfra que concentre esforços para a conclusão desse processo. Esse não é o padrão de Santa Catarina, é preciso mais agilidade nos processos. Não é admissível que uma obra tão importante para que os alunos da comunidade tenham acesso ao ensino profissionalizante, ao ensino integral, fique nesse estado lamentável”, protestou Dr. Vicente.

Conforme o deputado, com a paralisação da obra não houve o cuidado devido com a segurança do local. O prédio foi alvo de depredação e diversos furtos. “Será necessário no R$ 1 milhão para terminar e recuperar o prédio. Faz parte do nosso dia a dia fiscalizar, visitar obras, escolas, hospitais. Muitas coisas nos surpreendem positivamente e outras nos entristecem muito, como é esse caso, que não é isolado. Recentemente inauguramos o Cedup de Guaramirim que teve o mesmo enredo, abandono, depredação e quase uma década para ser entregue em condições de uso. Queremos que o governador e demais secretários vejam essas fotos que são impactantes e tomem conhecimento da situação.”