Frango Cozido Lentamente com Linguiça

Claudia Caglioni Mahfud

Chef de Cozinha

Ver artigos

A vida começa a tomar um ar de casa, proximidade, família. Chegou a vez de alimentos mais substanciosos, enriquecidos. Começam a figurar batatas, ervas, caldos cremosos... Saudade de vó! Eu tive uma avó polaca, a dona Chica que nunca atirou o pau no gato, só matava galinha. 

Ela fazia doces e salgados rudes, assados lentamente em um forno a lenha que o meu avô fez atrás de casa.Eram refeições simples de sabor defumado, pães generosos, bolachas que derretiam na boca, bem aromáticas de araruta que nos tiravam das brincadeiras na capoeira.

A vida corria devagar como o cigarrinho, comprado no Getúlio Lenzi que a gente fumava escondido no rancho. Tão escondido que todo mundo sabia.

A Chica, fã de molhos e manteigas, com seus vestidos de flores grandes, fazia cucas que até hoje moram onde seria a minha cintura. De saudade da Chica vai um franguinho bem assado.

Frango Cozido Lentamente com Linguiça.

  • 1 colher de sopa de manteiga
  • 1 colher de chá de estigmas de açafrão
  • 1 colher de sopa de açúcar mascavo (é mascavo mesmo)
  • 1 colher de sopa de páprica defumada
  • Sal
  • Pimenta
  • 4 peitos de frango desossados
  • 4 coxas de frango com osso e pele
  • 1 colher de sopa de suco de limão
  • 8 dentes de alho - devia ter vampiros na Polônia também
  • 300 gr de linguiça defumada
  • 1 colher de sopa de azeite
  • 2 latas de 400 gr de tomate pelati (sem a pele) picado
  • latas de 400 gr de feijão manteiga escorrido
  • 1 maço, todinho, de salsinha

Mãos à obra

  • Faça uma mistura cremosa da manteiga com o açafrão, o açúcar e a páprica. Tempere com sal e pimenta. Corte os peitos de frango ao meio no sentido do comprimento.
  • Agora, esfregue bem esta pasta em todos os pedaços de frango, regue com o suco do limão. Reserve.
  • Descasque o alho, corte a linguiça em meia lua. Em uma frigideira coloque o azeite e frite a linguiça em fogo médio até soltar gordura.
  • Nessa mesma frigideira junte os tomates, os alhos e os feijões. Misture tudo e acerte sal e pimenta. Se a frigideira for ao fogo toca pra frente, senão passa pra uma travessa e junte as coxas com a pele pra cima e os peitos. Cubra com papel alumínio e asse por 2'30 h na menor temperatura do teu forno. Depois desse tempo, tire o alumínio e asse mais uns 15 minutos em forno a 200°.
  • Salpique a salsinha e sirva. É de morrer. O feijão absorve o suco das carnes e fica numa cremosidade incrível. Escolha um pão rústico, faça uma mesa bem bonita, um vinho branquinho gelado e se acabe.

É bom demais.