Cultura

Abertura do 17º Femusc tem música dedicada a dona Yara Springmann

A abertura do Femusc aconteceu na noite deste domingo no teatro da Scar

17/01/2022

Por

Jornalista apaixonada por cultura e segurança pública

Abertura do 17º Femusc tem música dedicada a dona Yara Springmann

Camila Silveira Rosa

Apesar de reduzido o número de alunos, a qualidade do concerto de abertura do 17º Festival de Música de Santa Catarina (Femusc), não deixou a desejar. Pelo contrário, foi emocionante do início ao fim. 

As portas do grande teatro da Sociedade Cultura Artística (Scar), palco dos grandes concertos do festival, foram abertas às 20h15 e o público foi se acomodando cada um em sua poltrona. O distanciamento e o uso de máscara foi seguido à rigor. 

Pontualmente às 20h30 no último badalar do tradicional aviso de que vai começar a apresentação, os músicos da Orquestra Colonial foram tomando seus assentos para a cerimônia de abertura. 

Antes da música iniciar, o diretor-executivo, Fenísio Pires Júnior, comandou a abertura. 

O Hino Nacional Brasileiro foi regido pelo maestro Ricardo Kanji e tocado em sua afinação original, ou seja, por instrumentos de cordas – violinos, violas, violoncelo e contra baixos – , sopros e percussão. 

(Foto: Camila Silveira Rosa)

O cerimonial seguiu com uma homenagem a uma das fundadoras da Scar e admiradora do Femusc, Yara Springmann, que morreu no dia 10 de janeiro.

Após a apresentação do vídeo feito pela prefeitura jaraguaense para comemorar os 145 anos do município, a orquestra tocou “Ária da Quarta Corda”, de Johann Sebastian Bach, um dos compositores preferidos de dona Yara. E neste momento, não teve quem segurou as lágrimas. 

O diretor-artístico e maestro, Alex Klein deu um panorama do 17º Femusc ao público, comentando sobre o programa de Música Antiga, novidade para esta edição. Klein abriu sua fala fazendo votos para que o público e seus familiares estivessem bem. 

“Este Femusc pode ser pequeno, quando comparado com os anteriores, mas sua qualidade e ambição são as mesmas que vocês esperam. Nós não podemos permitir que a qualidade e nem a produtividade baixem, porque Jaraguá do Sul não a permitem”, afirmou.

A abertura também contou com a execução do Hino da Independência que foi tocado no piano por Fábio Leite e cantado pelo barítono Günther Connan Theilacker. 

(Foto: Camila Silveira Rosa)

E como já falamos, nem só de música clássica vive o Femusc. O evento contou com um belo show de Música Popular Brasileira protagonizado pelos professores que darão aula de guitarra, bateria, saxofone, contrabaixo elétrico e canto.  Jane Duboc, encantou o público com sua simpatia, os colocando para cantar. 

(Foto: Camila Silveira Rosa)

Se fizeram presentes na cerimônia de abertura, o prefeito de Jaraguá do Sul, Antídio Lunelli, chefe de gabinete, Emanuela Wolff, os deputados Carlos Chiodini e Vicente Caropreso, o vereador Luís Fernando Almeida, representando o Legislativo jaraguaense, vice-presidente da Fiesc, Célio Bayer e demais autoridades. 

(Foto: Camila Silveira Rosa)

Quer saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região primeiro? CLIQUE AQUI e participe do nosso grupo de WhatsApp! 

Notícias relacionadas

x