Geral

Ana Carolina Figur assume a presidência do Samae de Jaraguá do Sul

Em entrevista ao JDV, ela fez uma análise dos trabalhos da autarquia e dos avanços que estão acontecendo em todas as áreas

24/07/2020

Por

Ana Carolina Figur assume a presidência do Samae de Jaraguá do Sul

A assessora de gestão Ana Carolina Figur assumiu no dia 14 de julho a presidência do Samae, autarquia vinculada à Prefeitura de Jaraguá do Sul responsável pela água, esgoto, coleta de lixo doméstico/reciclagem e drenagem.

Segundo ela, dará continuidade ao planejamento, obras e investimentos previstos no Plano de Ampliação de Saneamento (PAS), em especial àquelas com recursos de R$ 33 milhões financiados junto ao BNDES, previstas até o final de 2020, além de recursos próprios.

Leia mais:

O PAS foi lançado em meados de 2019 contemplando investimentos em áreas como água, reservação e controle de perdas, esgoto sanitário, eficiência energética, coleta de resíduos sólidos, meio ambiente e infraestrutura/administrativo, financiados com recursos próprios e captados junto a instituições financeiras.

A presidente do Samae, Ana Carolina, esteve nesta quinta-feira (24) na redação do JDV, acompanhada do assessor de gestão, Giovani Mello. Ela fez uma análise dos trabalhos da autarquia e dos avanços que estão acontecendo em todas as áreas. Falou sobre o Proeva, que por conta da pandemia da Covid-19 está acontecendo de modo remoto, por meio de vídeo aulas, com encontros online. Para setembro, por ocasião da Festa Anual das Árvores, deve acontece algo semelhante.

Arrematação

O Samae adquiriu, a título oneroso, por arrematação em venda direta judicial, um imóvel ao lado da estação de tratamento central, no bairro Água Verde. O imóvel tem 21.381,82 m², parte de um imóvel com área total de 38.864,46 m², com galpões industriais. São da antiga fábrica de escapamentos Wiest.

O valor do investimento, aprovado pela Câmara é de R$ 5 milhões 840 mil, de forma parcelada, sendo 25% no ato do deferimento da proposta pelo juiz da 1ª Vara do Trabalho da Comarca de Jaraguá do Sul (R$ 1 milhão 460 mil) e o saldo remanescente de R$ 4 milhões 380 mil, correspondente a 75% do valor total serão pagos em 30 parcelas iguais, mensais e sucessivas, corrigidas pelo INPC.

Parte dos galpões será aproveitada para depósito de materiais, de acordo com a presidente Ana. “Vamos implantar o almoxarifado central, gerando economia e melhor controle dos materiais”, diz.

Notícias relacionadas

x