Educação

Ano foi desafiador mas também de avanços para a Educação de Jaraguá

Se por um lado a maioria das escolas foram privadas da presença de estudantes e educadores, por outro, 2020 serviu para que a Semed tivesse um olhar especial para a estrutura de seus estabelecimentos de ensino.

23/12/2020

Por

Ano foi desafiador mas também de avanços para a Educação de Jaraguá

A pandemia de covid-19 trouxe impactos profundos e o setor educacional foi, sem dúvida, um dos mais atingidos. Com escolas fechadas, professores e alunos tiveram que se reinventar para salvar o ano letivo. Em Jaraguá do Sul não foi diferente. Para a secretária de Educação, Ivana Atanásio Dias, 2020 foi bastante complexo para o ensino. “Ao mesmo tempo que trouxe, por motivos óbvios, muitos dissabores também foi um ano de muitos avanços”, avaliou.

Uma das medidas adotadas pela Secretaria de Educação para enfrentar o problema foi a operacionalização de mil salas de aulas digitais para atender a 21 mil alunos da Rede Municipal de Ensino. “Todo o corpo pedagógico trabalhou online, por meio digital, dando todo o assessoramento no processo de ensino e aprendizagem das crianças”, mencionou Ivana. “A partir de junho também conseguimos trazer cerca de 7 mil alunos da pré-escola ao nono ano, que estavam com dificuldade de aprendizado, fisicamente para a escola com todo o aparato, com todo cuidado em relação à saúde deles e dos servidores”, completou.

Se por um lado a maioria das escolas foram privadas da presença de estudantes e educadores, por outro, 2020 serviu para que a Semed tivesse um olhar especial para a estrutura de seus estabelecimentos de ensino. “Neste ano, investimos muito na estrutura das escolas. Reformamos e reparamos inúmeras. Promovemos também a instalação de toda a rede Wi-Fi, com cabeamento em todas as escolas e centros de Educação Infantil”, destacou a secretária de Educação de Jaraguá do Sul. O investimento em reformas de 14 unidades da rede municipal de Ensino ao longo dos dois últimos anos já superou R$ 13,8 milhões. Somadas a outras 39 que receberam pequenas reformas/melhorias patrimoniais este ano foram investidos mais R$ 1,18 milhão em melhorias.

Investimentos em dois anos chegam a R$ 30 milhões

Afora os trabalhos e reforma e ampliação das unidades foram adquiridos terrenos e prédios para a melhoria de escolas e centros (CMEIs). “Um exemplo disso, foi a aquisição de nove unidades que até então mantínhamos alugadas do Sesi. Compramos para que possamos fazer as regularizações do poder público. Hoje, esses locais, que abrigam nove centros de Educação Infantil, pertencem à Administração Pública de Jaraguá do Sul”, destacou as secretária Ivana. Somadas as compras desses prédios e dos terrenos, o valor investido pela Semed nessas novas aquisições é superior a R$ 9,7 milhões.

Para garantir a qualidade do ensino, o Município aplicou nos dois últimos anos o total de R$ 29,5 milhões. Ivana destaca ainda que ao mesmo tempo que projetos foram concluídos este ano outros foram colocados em licitação para construção de novas sedes de unidades escolares. “A Educação já tem garantida, em licitação, a partir do mês de janeiro, projetos finalizados que somam mais ou menos R$ 15 milhões em inovação, construção de prédios e reformas de unidades.

A secretária Ivana Atanásio conclui que além de todo o trabalho feito e das dificuldades que a pandemia trouxe, 2020 foi acima de tudo um ano de reinvenção do ensino público “Foi um ano no qual professores e alunos provaram que mesmo com tantos obstáculos o aprender e o ensinar é possível, desde que haja em cada ponta, pessoas realmente comprometidas nesse processo”.

 

Notícias relacionadas

x