Cultura

Apae de Jaraguá do Sul divulga leilão “Arte para a Arte” em sessão da Câmara de Vereadores

O leilão “Arte para a Arte” é uma iniciativa que visa angariar recursos para o projeto “Despertando Talentos”, que é desenvolvido pela Apae com o objetivo de oferecer um processo de ensino-aprendizagem aos usuários da instituição

19/08/2021

Por

Jornalista apaixonada por cultura e segurança pública

Apae de Jaraguá do Sul divulga leilão “Arte para a Arte” em sessão da Câmara de Vereadores

A diretora da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Jaraguá do Sul, Pricila Lorentz Müller, participou da sessão da Câmara de Vereadores, na terça-feira (17), para divulgar o leilão beneficente que a entidade está promovendo.

Leia mais

O leilão “Arte para a Arte” é uma iniciativa que visa angariar recursos para o projeto “Despertando Talentos”, que é desenvolvido pela Apae com o objetivo de oferecer um processo de ensino-aprendizagem aos usuários da instituição por meio de expressões artísticas como a música, a dança e as artes plásticas.

Segundo a página da entidade na rede social, a arte vem sendo considerada um excelente recurso para o atendimento da pessoa com deficiência intelectual, bem como para o seu desenvolvimento motor, físico e de habilidades que favoreçam sua interação social.

As obras que estarão disponíveis para lances podem ser conferidas na exposição que está sendo realizada no segundo piso do Jaraguá Park Shopping. Elas ficam lá até as 14h do dia 30 de agosto, quando o leilão será encerrado. Os lances para adquirir as obras também já podem ser dados de forma online via site VIP Direto ou pelo aplicativo VIP Direto.

Um leiloeiro fará o encerramento e anunciará os arremates vencedores a partir das 14h do dia 30. Para dar os lances, é preciso fazer um cadastro prévio no site. Os 31 artistas que estão participando do projeto são voluntários e doaram as obras para a causa, parcial ou integralmente.

Antigo Procad servirá para programas da Apae e da AMA

A direta da escola da Apae, Pricila Müller, disse que a entidade atende mais de 600 usuários e as matrículas na instituição estão congeladas devido à falta de espaço físico. Outro agravante para a paralisação das matrículas foi a pandemia do coronavírus que reduziu a capacidade de atendimento. Porém, a diretora ressalta que em breve a Apae e a AMA (Associação dos Amigos do Autista) dividirão o espaço do prédio do antigo Procad, no bairro Tifa Martins, para ampliar os seus atendimentos

“Nós vamos ampliar os atendimentos lá, que são os programas de estimulação precoce – com crianças de 0 a 6 anos – e o reabilitatório”, afirma.

Ela informa que esses dois programas terão atendimentos nas duas unidades, tanto na do bairro Tifa Martins quanto na sede da Apae, no bairro Centenário, e os usuários serão divididos por zoneamento. Os demais atendimentos continuam apenas na sede.

Em março deste ano, os vereadores aprovaram R$ 1,25 milhão para a reforma do prédio do antigo Procad e, em junho, a destinação de 370 mil reais para a Apae.

Quer saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região primeiro? CLIQUE AQUI e participe do nosso grupo de WhatsApp!

Notícias relacionadas

x