Geral

Apae inaugura o Centro de Reabilitação “Atitudes do Bem”

A Apae de Jaraguá do Sul tem como compromisso buscar o que há de mais moderno em métodos e tecnologias

17/09/2020

Por

Apae inaugura o Centro de Reabilitação “Atitudes do Bem”

No final do ano passado a Malwee colocou no ar a campanha #Atitudesdobem, onde os clientes escolheram para quais ONGs os recursos do Instituto Malwee seriam direcionados.

Em janeiro, o Instituto doou R$ 860.250,00 para 20 organizações não governamentais de diversos Estados escolhidas pelos clientes, atendendo as necessidades de 18.973 crianças.

A campanha aconteceu no final de 2019 e para apoiar bastou cadastrar a etiqueta de produtos das coleções alto verão e celebration da marca Malwee no site e escolher a ONG que a pessoa pretendeu ajudar.

De Jaraguá do Sul foram beneficiadas a Apae e a AMA. Para a Apae, especificamente, foram feitas 2.685 doações, beneficiando diretamente mais de 520 usuários. O valor recebido foi de R$ 80 mil, que possibilitou a instalação do Centro de Reabilitação “Atitudes do Bem”, no espaço onde estava a piscina da entidade.

A Apae de Jaraguá do Sul tem como compromisso buscar o que há de mais moderno em métodos e tecnologias. Com a evolução científica no ramo da saúde viu a necessidade de implementar nos atendimentos de fisioterapia métodos que proporcionam bons resultados tanto na área motora como cognitiva e social.

A entidade ofertou aos usuários nos últimos anos o atendimento de hidroterapia que é um método que traz bons resultados no atendimento a pessoa com deficiência. Uma piscina que no decorrer dos últimos dois anos apresentou problemas que financeiramente se tornou insustentável para a entidade.

Neste período poucos atendimentos foram realizados principalmente em momentos de baixa temperatura em que a piscina não chegava a aquecer o suficiente para realizar o atendimento, além disso, o método permite realizar um atendimento por vez reduzindo o número de usuários beneficiados com este espaço.

Segundo a diretora Pricila Lorenz Müller, “foi pensando em ofertar métodos de atendimento a um número maior de usuários aproveitando o espaço da piscina de forma mais produtiva e moderna que a equipe técnica desenvolveu o projeto do “Centro de Reabilitação”. Em um único espaço os profissionais podem trabalhar diversos métodos de atendimento, como fisioterapia no solo, psicomotricidade, treino locomotor e pilates. Estes dois últimos são os novos métodos de atendimento ofertados pela entidade a partir deste mês.

 

Apoios foram fundamentais à realização do projeto

Mas, para que o projeto fosse realizado na sua totalidade outros recursos financeiros foram utilizados, como da 2ª Vara do Trabalho no valor de R$ 4.999,86 utilizados para a adequação do ambiente; recursos do convênio com a Prefeitura de Schroeder utilizados na aquisição de materiais de fisioterapia e recursos do convênio com as Prefeituras de Jaraguá do Sul e Corupá utilizados também na adequação do ambiente.

O investimento total foi de R$ 97 mil. Além dos recursos financeiros a Apae contou com o voluntariado de pessoas que fizeram a diferença na construção e execução do projeto, como a arquiteta Emanuelle que desenvolveu o projeto da reforma do ambiente, pai de aluno Guilherme que realizou a montagem do equipamento, empresa Kammer Transportes que prestou serviço voluntário de frete da esteira e o Fernando que desenvolveu a logomarca.

 

Equipamentos melhoram a capacidade motora e funcional dos usuários

De acordo com a diretora Pricila Müller, por meio do treinamento locomotor é possível conquistar uma melhora da mobilidade das articulações, fortalecimento muscular e aumento de resistência muscular, entre outros, utilizando uma esteira moderna, tecnológica e com mecanismo de suspensão do peso corporal (guincho, balança e colete), pelo qual é proporcionado o alívio do peso da criança ou adulto, facilitando o treino de marcha com alinhamento adequado e maior eficiência.

“O pilates pode auxiliar na recuperação como sequelas de tumor cerebral ou aneurismas, doenças degenerativas como o alzheimer e a esclerose múltipla, até mesmo na síndrome de down e na paralisia cerebral, entre tantas outras. Isto porque o pilates é um método muito amplo com inúmeras possibilidades de adaptações avaliando a necessidade de cada pessoa. Sem contar no alongamento”, diz.

A Apae de Jaraguá do Sul inaugurou no dia 14 de setembro o “Centro de Reabilitação” contendo acessórios e aparelhos que irão proporcionar melhora da capacidade motora e funcional dos usuários atendidos na entidade por meio do método pilates e da esteira para treinamento locomotor.

A doação foi por conta do Instituto Malwee e totalizou R$ 80.550,00 que foram investidos no projeto “Centro de Reabilitação” que recebeu o nome de: “Atitudes do bem”. O recurso foi utilizado para adequação do ambiente, aquisição do equipamento de pilates e da esteira adaptada e na capacitação da equipe no método: treinamento locomotor.

 

Feijoada da Apae para reformar a cozinha será no dia 3 de outubro

No dia 3 de outubro o endereço para comer é na Escola Chef Gourmet, na Rua Reinoldo Rau 565, Centro, a partir das 11h.

Tendo Tato Branco pilotando a cozinha, será realizada feijoada com a totalidade da renda em prol da Apae, para a reforma da cozinha. O evento será em formato de drive thru.

A feijoada terá como acompanhamento arroz, repolho com couve fatiado, farofa e laranja. O valor é R$ 30,00. A ideia é comercializar 1,5 mil cartões da feijoada, que já estão sendo comercializados. Cem por cento das vendas vai para a Apae.

Notícias relacionadas

x