Geral

Após um ano ponte pênsil do Baependi é liberada para uso

Depois de quase um ano de interdição, a ponte pênsil Jacob Alfredo Emmendoerfer será liberada novamente para o tráfego de pedestres e ciclistas talvez já nesta quarta-feira, ou no máximo amanhã (19)

17/12/2019

Por

Após um ano ponte pênsil do Baependi é liberada para uso

Depois de quase um ano de interdição pelo fato do deslocamento de uma das torres de sustentação devido ao aumento do volume de água no Rio Itapocu, no final de dezembro de 2018, a ponte pênsil Jacob Alfredo Emmendoerfer, que faz a ligação das Ruas Ney Franco (Vila Baependi) e Miguel Salai (Centro), será liberada novamente para o tráfego de pedestres e ciclistas talvez já nesta quarta-feira, ou no máximo amanhã (19). A empresa Cubica Construções foi a responsável pela obra, pelo valor de R$ 145.185,27. A abertura dos envelopes aconteceu no dia 2 de setembro, destinado a contratação de pessoa jurídica para prestação de serviços de engenharia, com fornecimento de materiais e mão de obra, para restauração/reforma da obra de arte.

Por ser uma estrutura tombada pelo patrimônio histórico do município, a restauração da ponte pênsil obedeceu uma série de critérios técnicos específicos. A responsabilidade do restauro é da secretaria de Cultura, Esporte e Turismo. Ela está entre as quatro pontes tombadas pelo Comphaan (Conselho Municipal do Patrimônio Histórico e Artístico Natural), no ano de 2012. A ponte foi construída em 1970 sobre o Rio Itapocu, com 72,20 m de comprimento, incluindo as cabeceiras, com 1,50m de largura. A sua inauguração foi no dia 31 de março de 1971.

Notícias relacionadas

x