Corupá

Árvore que provoca morte de abelhas deve ser eliminada em Corupá

A Prefeitura/Secretaria de Agricultura, Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural de Corupá, está orientando à comunidade para que corte e evite a proliferação de uma árvore

10/06/2022

Por

Árvore que provoca morte de abelhas deve ser eliminada em Corupá

Divulgação

A Prefeitura/Secretaria de Agricultura, Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural de Corupá, está orientando à comunidade para que corte e evite a proliferação de uma árvore, cientificamente chamada de Spathodea, que provoca a morte de abelhas, inseto fundamental na manutenção da biodiversidade.

De acordo com Daniel Müller, gerente de agricultura a planta, também conhecida como bisnagueira, tulipeira-do-gabão, xixi-de-macaco ou chama-da-floresta, produz uma toxina que após ingerida pelas abelhas, leva a sua morte. “Todos nós conhecemos o papel importante desenvolvido pelas abelhas na manutenção da vida do planeta e a Spathodea leva os insetos à morte. Não é preciso nenhuma autorização da Prefeitura para efetuar o corte”, observou.

Existe uma lei estadual, de 2019, que não só permite o corte da planta, como proíbe a sua produção. Em Corupá, a planta é facilmente encontrada, fato que aumenta a preocupação por parte da Prefeitura.

Numa propriedade às margens da Rua Francisco Mees, bairro XV de Novembro, há uma Spathodea já de porte grande, também encontrada em muitas outras localidades do município. “Ela produz uma flor vermelha atraente para as abelhas e assim que entram em contato, os insetos acabam morrendo”, destacou. Em caso de dúvidas, entre em contato com a Secretaria através do Fone/Whats: 3375-1902.

Quer saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região primeiro? CLIQUE AQUI e participe do nosso grupo de WhatsApp!

Notícias relacionadas

x