Estadual

Até o momento, mais de 3.600 estabelecimentos foram fiscalizados pelas forças de segurança neste fim de semana

Durante o segundo final de semana de restrições, as ações da PM foram reforçadas com o serviço de inteligência

07/03/2021

Por

Jornalista apaixonada por cultura e segurança pública

Até o momento, mais de 3.600 estabelecimentos foram fiscalizados pelas forças de segurança neste fim de semana

As forças de segurança pública de Santa Catarina trabalharam em mais um fim de semana na fiscalização para o cumprimento do decreto que estabelece medidas sanitárias de prevenção ao novo coronavírus. O decreto segue vigente até às 6h desta segunda-feira (8).

O presidente do colegiado superior de Segurança Pública e Perícia Oficial e comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar, coronel BM Charles Alexandre Vieira, destaca que as ações são intensificadas nos períodos com restrição social, mas, desde o começo da pandemia, o trabalho das forças de segurança tem sido constante. 

Leia mais

“Agora, nesta fase, as ações foram intensificadas, principalmente por conta dos períodos determinados em que se faz ainda mais necessário o isolamento social”, frisa.

Para o trabalho de fiscalização, Santa Catarina conta com um reforço de 500 policiais militares, que, neste momento, estarão atuando exclusivamente nesta função. 

De acordo com o comando-geral da Polícia Militar, a tropa está sendo empregada nos municípios que, juntos, concentram a maioria do número total de casos da doença no estado. O efetivo poderá atuar de acordo com as necessidades apontadas pela área da Saúde.

Durante o segundo final de semana de restrições, as ações da PM foram reforçadas com o serviço de inteligência, identificando pessoas ou pequenos grupos que estariam organizando eventos e acabaram sendo desmobilizados de maneira antecipada pelos policiais. 

A integração das polícias militar rodoviária e ambiental foi outra estratégia que ajudou a ampliar a capacidade de fiscalização. 

Segundo o comandante-geral da Polícia Militar de Santa Catarina, coronel Dionei Tonet, o papel da população também é fundamental. 

“É muito importante que as pessoas estejam bem informadas e nos ajudem, passando informações. A participação da própria comunidade torna o nosso trabalho ainda mais efetivo”, disse o comandante-geral.

Desde a sexta-feira (5), a polícia intensifica a fiscalização em casas noturnas, inclusive com a interdição de estabelecimentos com reunião de público. As praias – que também estão sob a vigência do decreto – foram fiscalizadas pelos policiais, para coibir a circulação e permanência de pessoas.

“Estamos atuando mais uma vez em defesa das vidas e contamos com a conscientização das pessoas”, afirma o delegado-geral da Polícia Civil, Paulo Koerich.

A operação da Polícia Civil foi denominada de “Future Optimum” e dados parciais contabilizados indicavam 3.663 estabelecimentos fiscalizados pelo estado desde a sexta-feira (5). Em Blumenau, um bingo clandestino foi descoberto durante a fiscalização.

As autoridades reforçam o pedido para que a população respeite as medidas sanitárias e ajude a conter a disseminação do coronavírus em Santa Catarina. 

“Seguiremos atuando nas ruas enquanto for necessário para garantir segurança e saúde a todos, mas cada um precisa fazer a sua parte”, reitera o presidente do colegiado de segurança pública.

Quer saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região primeiro? CLIQUE AQUI e participe do nosso grupo de WhatsApp!

Notícias relacionadas

x