Geral

Avançam tratativas para Samae vender água à Guaramirim

O presidente do Samae, Ademir Izidoro, o prefeito de Guaramirim, Luís Antônio Chiodini, e o diretor de Recursos Hídricos da Águas de Guaramirim, Matias Tomczak, deram continuidade na terça-feira às tratativas de o Samae fornecer água potável para o município para suprir a demanda emergencialmente, quando houver necessidade. Izidoro informou…

28/11/2019

Por

Avançam tratativas para Samae vender água à Guaramirim

O presidente do Samae, Ademir Izidoro, o prefeito de Guaramirim, Luís Antônio Chiodini, e o diretor de Recursos Hídricos da Águas de Guaramirim, Matias Tomczak, deram continuidade na terça-feira às tratativas de o Samae fornecer água potável para o município para suprir a demanda emergencialmente, quando houver necessidade. Izidoro informou a Chiodini que o processo está bem adiantado por parte da autarquia da Prefeitura de Jaraguá do Sul, tendo o aval do prefeito Antídio Lunelli, como forma de auxiliar Guaramirim nos momentos de maior necessidade.

Izidoro informou que, como investimento o Samae terá de implantar uma adutora de 250 milímetros a partir do viaduto de acesso ao bairro Vieira até a Ponte do Portal, no limite entre os dois municípios. A implantação será pelo método não destrutivo, evitando a abertura de calçadas ou da rua para enterrar a tubulação. “Também combinamos que o prefeito de Guaramirim vai tratar com os órgãos competentes sobre a autorização para travessia do Rio Itapocuzinho sob a Porte do Portal”, informa.

REDE PRÓPRIA – A nova rede de água terá 1.400 metros de extensão e já está sendo dimensionada para fornecer até 90 litros de água por segundo, caso seja necessário ampliar a parceria no futuro. “Juridicamente, todas as questões já estão sendo estudadas”, adiantou Izidoro. Já o prefeito de Guaramirim enfatizou que o abastecimento de água à população é a prioridade.

“Não podemos mais deixar faltar água. Procuramos sempre o melhor e o Samae de Jaraguá do Sul é um exemplo maravilhoso para toda a região”, resumiu o prefeito Chiodini. O diretor técnico do Samae, Deverson Simioni, explicou que um macromedidor (registro) fará o controle a quantidade de água a ser recebida, bem como o período em que será utilizado o sistema. O município pagará pela quantidade consumida, como um cliente da autarquia jaraguaense.

Notícias relacionadas

x