Sem categoria

Bombeiros treinam cães para operação de busca e salvamento

Em operações de busca e salvamento o cachorro (bem treinado) também pode ser um importante recurso a ser empregado. Especialmente em razão do seu olfato e audição serem bastante desenvolvidos.

29/05/2019

Por

Bombeiros treinam cães para  operação de busca e salvamento

   O cão é o melhor amigo do homem? Não restam dúvidas de que a excelente interação existente entre os cães e os humanos expressa verdadeiro o adágio popular. A fidelidade canina é marcante, onde além de companheiros, é também uma terapia e quando treinados e adestrados os cachorros se mostram extremamente úteis nas operações policiais e bomberis no combate ao tráfego de drogas, no controle de distúrbios urbanos e nas operações de busca e salvamento.
   Em operações de busca e salvamento o cachorro (bem treinado) também pode ser um importante recurso a ser empregado. Especialmente em razão do seu olfato e audição serem bastante desenvolvidos. Não raro as equipes de resgate que utilizam cães são denominadas de Unidades K-9 (expressão derivada da pronúncia em inglês da letra k e do número 9).
   É o caso de Massaranduba onde por iniciativa de bombeiros voluntários e apoio do comandante Gilberto Alexandre, foi criado o K9 – BVM. As atividades com cães, dentro dos bombeiros voluntários de Massaranduba iniciaram em janeiro de 2017, quando três membros da corporação participaram de uma capacitação nessa área de atuação, em Joinville.
   Essa atividade – conta o bombeiro Felipe Gabriel Corrêa – sempre foi pouco explorada pelos bombeiros voluntários de Santa Catarina, mas despertou interesse de alguns membros da corporação local e poucas semanas depois foram adquiridos dois cães para o trabalho de busca e salvamento de pessoas.
   “O foco inicial do treinamento, na época, era a busca de pessoas na mata, mas os cães aperfeiçoaram-se, as possibilidades foram se expandindo e hoje o grupo denominado K9- BVM conta com um animal já certificado para atuar em áreas urbanas e rurais, além de outros cinco cães que serão utilizados em diferentes atividades, como buscas em escombros e deslizamentos e para busca de cadáveres”, conta.
   Os bombeiros participantes do projeto, que em princípio tinham pouca experiência em lidar com cães, após participar de vários cursos e seminários, inclusive de abrangência internacional, podem passar aos cães um conhecimento mais aprimorado.
   A corporação de Massaranduba é referência na atividade de busca e salvamento com cães entre os bombeiros voluntários de Santa Catarina e coloca a estrutura à disposição para atuar em todo o Estado e região Sul do Brasil.

Notícias relacionadas

x