Estadual

Bono é o novo cão certificado do Corpo de Bombeiros Militar de SC para atuar em buscas

O binômio que atua no quartel de Araranguá passou pelas provas de certificação que ocorreram na última semana na Floresta Nacional de Três Barras

02/09/2021

Por

Jornalista apaixonada por cultura e segurança pública

Bono é o novo cão certificado do Corpo de Bombeiros Militar de SC para atuar em buscas

Eduardo de Souza/CBMSC

Além de fofos e de serem “cãopanheiros”, os cachorros são anjos que só faltam falar, pois eles entendem tudo. Prova disso é o Bono, o labrador chocolate do 4º Batalhão de Bombeiros Militar de Criciúma. Ele e o cabo Matheus Premoli, foram certificados para atuarem em buscas de pessoas desaparecidas tanto vivas, quanto mortas. 

O binômio, dupla entre bombeiro militar e cão de busca, que atua no quartel de Araranguá passou pelas provas de certificação que ocorreram na última semana na Floresta Nacional de Três Barras. 

“É muito emocionante e gratificante termos um cão de busca certificado aqui no Sul do Estado. Quem está de fora não sabe o quão trabalhoso é formar um cão, e nada disso seria possível sem ter o apoio dos meus amigos, que considero minha segunda família”, conta o cabo, sobre a preparação do Bono.

De acordo com o presidente da Coordenadoria de Busca, Resgate e Salvamento com Cães do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina (CBMSC), tenente-coronel Walter Parizotto, o intuito é que todos os batalhões de bombeiros militares tenham cães de busca ativos. 

“As grandes ocorrências, como Brumadinho ou Presidente Getúlio, destacam a agilidade que o trabalho com cães traz nessas situações, com respostas aos familiares das vítimas. Por isso, ter mais um cão de busca ativo em Santa Catarina é algo importante.”

O CBMSC conta agora com a certificação do Bono, com 12 cães de buscas ativos. 

Sobre o Bono 

O labrador chocolate chegou ao CBMSC em dezembro de 2019. Neto dos aposentados Ice e Malu, ele nasceu no Rio de Janeiro e veio para Santa Catarina.

Premoli lembra que com apenas cinco meses de vida, o cão já demonstrava aptidão durante os treinos que não passavam de grandes brincadeiras para os animais. 

Um dos diferenciais dos cães de busca e resgate do CBMSC é o fato de morarem na casa dos condutores, garantindo proximidade e afeição, além de atenção diária.

Quer saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região primeiro? CLIQUE AQUI e participe do nosso grupo de WhatsApp!

Notícias relacionadas

x