Sem categoria

Caminhada abre a programação do Outubro Rosa

Durante todo o mês, as voluntárias farão palestras nas empresas sobre a importância da prevenção do câncer da mama e do útero

01/10/2019

Por

A chuva fina persistente não intimidou as participantes da Caminhada Rosa pela Vida que abriu na manhã de sábado, 28 de agosto, a Agenda Rosa da Rede Feminina de Combate ao Câncer de Guaramirim. O trajeto foi cumprido desde a Igreja Senhor Bom Jesus até a sede da entidade, próxima da estação ferroviária.

No trajeto, as voluntárias entregavam leques e material de orientação sobre a prevenção ao câncer de mama nas lojas e para os caminhantes. Faixas alertavam sobre a importância das ações de prevenção do câncer de mama, como o autoexame, a visita regular a um especialista e os exames preventivos e diagnósticos.

A presidente da Rede, Sônia Gumy, aproveitou para divulgar a programação. Ainda no sábado aconteceu a missa de abertura do Outubro Rosa, na Igreja Matriz Santos Anjos, no Bairro Avaí. Durante todo o mês, as voluntárias farão palestras nas empresas sobre a importância da prevenção do câncer da mama e do útero.

Próximos eventos – Na sede, será feito o agendamento e exames Papanicolau e mamografias. No sábado (5), acontece o pedágio solidário e também o mutirão de preventivos nos Postos de Saúde do Centro e Avaí. Os produtos Outubro Rosa estão à venda na sede, mas na sexta-feira (4) haverá venda de camisetas e divulgação da campanha nos supermercados Martini, Super Treis, Rancho Bom e Burei.

Inca projeta 60 mil novos casos de câncer de mama

Os números são preocupantes. Levantamento do Instituto Nacional do Câncer (Inca) revela que o Brasil somará cerca de 60 mil novos casos de câncer de mama em 2019, número que corresponde a 28% de todos os diagnósticos da doença registrados no País 0 o que faz dele o tumor mais incidente entre as mulheres depois do câncer de pele não melanoma. Uma em cada 12 mulheres receberá o diagnóstico de câncer de mama ao longo da vida. Mundialmente os dados também são alarmantes: o câncer de mama afeta 2,1 milhões de pessoas por ano e é o quinto que mais mata, de acordo com um estudo da Agência Internacional para a Pesquisa do Câncer.

Notícias relacionadas

x