Esportes

CBF divulga protocolo de recomendação para retorno do público aos estádios

Para que a presença de público se consolide, o guia destaca que a decisão final dependerá da anuência das autoridades sanitárias

16/08/2021

Por

Jornalista apaixonada por cultura e segurança pública

CBF divulga protocolo de recomendação para retorno do público aos estádios

Torcedores se acostumaram a fazer da sala de casa a arquibancada e os vizinhos a ouvir os gritos de “gol” e se bobear, até começaram a torcer junto mesmo não gostando de futebol ou não sendo o time do coração. 

Mas calma torcedor. A volta aos estádios pode estar mais perto do que se imagina. Na última sexta-feira (13), a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) publicou uma versão do protocolo de recomendações para retorno do público aos estádios. 

O documento prevê a volta das torcidas em partidas válidas pela fase de quartas de final da Copa do Brasil, além das séries A, B e C do Campeonato Brasileiro. 

Entretanto, para que a presença de público se consolide, o guia destaca que a decisão final dependerá da anuência das autoridades sanitárias locais.

Os torcedores ainda terão que fazer um teste RT-PCR para detecção do vírus SARS-CoV-2 até três dias antes da data da partida. Como alternativa, também será aceito o teste ‘Pesquisa de Antígenos’, realizado em até dois dias antes da partida. 

Neste caso, o teste obrigatoriamente precisa ter sido realizado em um laboratório de análises clínicas ou unidades de prestação de serviços de saúde devidamente autorizados pelas autoridades sanitárias.

Outra possibilidade é estar plenamente vacinado, ou seja, com as duas doses ou ter tomado a dose única da vacina. 

“O protocolo é o resultado do trabalho de uma equipe multidisciplinar, que pensa em todos os fatores que cercam uma partida de futebol profissional. Ressaltamos que presenc?a de pu?blico depende da anue?ncia das autoridades sanita?rias locais. Nosso parecer leva em consideração o contexto atual do Brasil em relação ao combate à Covid-19. A qualquer momento, em caso de agravamento das condic?o?es da pandemia, este podera? ser modificado ou interrompido, se assim decidido em conjunto pela CBF e pelos clubes envolvidos”, destacou o presidente da Comissão Nacional de Médicos do Futebol (CNMF) e líder da Comissa?o Me?dica Especial da CBF, Jorge Pagura.

Alguns pré-requisitos obrigatórios foram determinados para entrada e permanência nos estádios:

  • Aferição de temperatura corporal;
  • Uso obrigatório de máscaras de proteção facial autorizadas pela Anvisa nos ambientes internos do estádio durante todo o período de permanência;
  • Obrigatória a manutenção do distanciamento social nos assentos e setores do estádio durante todo o período de permanência;
  • Higienização das mãos com álcool a 70% ou lavagem com água e sabão.

Como será definida a quantidade de público?

O critério utilizado para calcular a quantidade de público que os estádios poderão receber nestas partidas é chamado de taxa de normalidade. O cálculo leva em consideração seis pontos:

  • Taxa de incidência (casos novos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias);
  • Tendência da taxa de casos novos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias;
  • Mortalidade por Covid-19 por 1 milhão de habitantes nos últimos 14 dias;
  • Tendência da taxa de mortalidade por 1 milhão de habitantes nos últimos 14 dias;
  • Letalidade de Covid-19 (global);
  • Percentual da população plenamente vacinada contra SARS-CoV-2.

Quer saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região primeiro? CLIQUE AQUI e participe do nosso grupo de WhatsApp!

Notícias relacionadas

x