Esportes

Ciro Gomes chama a operação da PF em que é investigado por suposto desvio de recursos nas obras do estádio Castelão de “abusiva”

Segundo os investigadores, as fraudes ocorreram entre 2010 e 2013

15/12/2021

Por

Jornalista apaixonada por cultura e segurança pública

Ciro Gomes chama a operação da PF em que é investigado por suposto desvio de recursos nas obras do estádio Castelão de “abusiva”

Reprodução

Ciro Gomes (PDT), ex-governador do Ceará e pré-candidato à Presidência, falou nesta quarta-feira (15) sobre a operação da Polícia Federal que apura suposto desvio de recursos públicos nas obras do estádio Castelão, em Fortaleza (CE), para a Copa do Mundo de 2014.

Pelo Twitter, ele chamou a ação de “abusiva” e sugeriu uma politização da Polícia Federal por parte do presidente Jair Bolsonaro (PL), que deve disputar a reeleição no ano que vem.

O irmão de Ciro, Cid Gomes (PDT), ex-governador do Ceará e atual senador, também foi alvo da operação. 

Segundo os investigadores, as fraudes ocorreram entre 2010 e 2013, anos em que o estado era governado por Cid Gomes. Haveria indícios de pagamentos de R$ 11 milhões em propinas diretamente em dinheiro ou disfarçadas de doações eleitorais, com emissões de notas fiscais fraudulentas por empresas fantasmas, para beneficiar a empresa Galvão Engenharia no processo licitatório da Arena Castelão

Quer saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região primeiro? CLIQUE AQUI e participe do nosso grupo de WhatsApp! 

Notícias relacionadas

x