Variedades

Close de boca de crocodilo ganha prêmio de fotos de mangue

Tanya Houppermans foi a grande vencedora do Mangrove Photography Awards (Prêmio de fotografia de mangue) deste ano, por seu close de um crocodilo. Mas há outras fotos premiadas. Confira:

08/11/2022

Por

Em seu oitavo ano, este concurso organizado pelo Mangrove Action Project visa mostrar as relações entre vida selvagem, comunidades costeiras e as áreas de mangue.

Além disso, procura expor a fragilidade desses ecossistemas únicos, tanto acima quanto abaixo da água. O Jardines de la Reina é um arquipélago na costa de Cuba e é um local protegido desde 1996. É um dos ecossistemas marinhos mais intocados do mundo.

 

“A população saudável de crocodilos se deve à condição intocada dos manguezais, e eu queria capturar closes desse gigante gentil em seu habitat natural”, disse Houppermans, a vencedora.

 

“Espero que esta imagem consiga mostrar que proteger áreas como esta é fundamental.”, completou.

Os manguezais representam uma proteção importante contra as mudanças climáticas: 4 mil metros quadrados de florestas de mangue absorvem quase a mesma quantidade de dióxido de carbono que a mesma área de floresta amazônica. Essa vegetação também protegem as costas da erosão à medida que as tempestades se tornam mais frequentes.

“O Mangrove Photography Awards tornou-se uma plataforma para intrigar as pessoas sobre o magnífico papel ecológico que os manguezais desempenham em nossas vidas”, disse o juiz Dhritiman Mukherjee.

Octavio Aburto, outro juiz, acrescentou:

 

“As imagens deste ano capturaram nossa imaginação… Elas nos dão esperança e iluminam um futuro positivo para os ecossistemas de mangue.”

 

A seguir, veja seleção de imagens vencedoras de várias categorias da competição.

___________________________________________________

Vencedor da categoria Mangues e humanos: Honey Hunters (caçadores de mel),
de Muhammad Mostafigur Rahman, Bangladesh

 

Os caçadores de mel coletam mel silvestre nas profundezas dos manguezais de Sundarbans, Bangladesh, a maior floresta de mangue do mundo.

Tanto o desenvolvimento humano recente na área como a crise climática, em particular o aumento do nível do mar, ameaçam a ecologia dos Sundarbans e, com ela, o modo de vida da população local.

___________________________________________________

Vice-campeão da categoria Mangues e Humanos: Living in a White Mangrove
(Vivendo em um mangue branco), por Alex Cao, Vietnã

 

Um pescador local lança sua rede nos manguezais de flores brancas (Lumnitzera racemosa) de Bau Ca Cai, Vietnã, uma área protegida.

Esta foto foi tirada no final do outono, quando as árvores perderam suas folhas. Ela destaca a conexão entre as comunidades vulneráveis ​​e a natureza.

___________________________________________________

Vencedor da categoria Mangues e paisagens: Dancing Trees Walakiri
(Árvores dançantes Walakiri), por Loïc Dupuis, Indonésia

 

O sol nasce sobre as praias tranquilas de East Sumba, na Indonésia. Loïc Dupuis buscou capturar a beleza e a fragilidade dessa maravilha única.

___________________________________________________

Vice-campeão na categoria Manguezais e Paisagens: Dreamlife of Mangroves
(A vida de sonho dos manguezais), por Melodi Roberts, EUA

 

Reflexões do nascer do sol no Merritt Island National Wildlife Refuge, Flórida.

___________________________________________________

Vencedor de Mangue e Vida selvagem: Take Off (Decolagem), por Jayakumar MN,
Emirados Árabes Unidos

 

Um grande flamingo (Phoenicopterus roseus) embarca em uma jornada de migração pela Ásia, provavelmente retornando às mesmas zonas úmidas costeiras nos meses de inverno.

___________________________________________________

Vice-campeã em Manguezais e Vida Selvagem: Colhereiro, por Priscila Forone, Brasil

 

Os manguezais preservados de Guaraqueçaba, no Paraná, são um local importante para os visitantes, incluindo este casal de colhereiros-rosados ​​(Platalea ajaja).

___________________________________________________

Vencedor da categoria Mangue e Subaquático: Blue Crab (caranguejo azul), por Martin Broen, México

 

Um caranguejo azul (Callinectes sapidus) pescando em uma transição única entre água doce e salgada nos cenotes mexicanos. Durante um mergulho exploratório pelas escuras cavernas inundadas, o fotógrafo conta que se deparou com este caranguejo nas raízes do mangue.

___________________________________________________

Vice-campeão da categoria Mangue e Subaquático: On the Edge, por Jillian E Morris, Bahamas

 

A fotógrafa diz que queria mostrar um lado diferente desses jovens tubarões-limão: um lado social, um lado mais vulnerável.

___________________________________________________

Todas as imagens estão sujeitas a direitos autorais.

Via BBC.com

Quer saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região primeiro? CLIQUE AQUI e participe do nosso grupo de WhatsApp!

Notícias relacionadas

x