Colunas

Coluna: Rodoviária de Jaraguá do Sul. Agora Vai!

O entorno da rodoviária de Jaraguá do Sul, “morto” e sem qualquer uso útil vai ganhar vida.

21/09/2021

Por

Nascido em Blumenau, 70 anos, 55 de profissão, incluindo passagens pelo rádio. E em jornais diários como A Notícia (Joinville), Jornal de Santa Catarina (Blumenau) e O Correio do Povo (Jaraguá do Sul)

Coluna: Rodoviária de Jaraguá do Sul. Agora Vai!

Divulgação

O entorno da rodoviária de Jaraguá do Sul, “morto” e sem qualquer uso útil (exceto em parte para estacionamento) desde a inauguração do prédio, em 1992, vai ganhar vida. Na sequência de projetos voltados ao lazer da comunidade desenvolvidos desde 2016 no governo do prefeito Antidio Lunelli (MDB).

Finalmente, diga-se! É possível que as obras comecem ainda em dezembro. Tal carência na região já motivou sugestões neste sentido publicadas pelo JDV.

Carência histórica

Registre-se que “colados” à rodoviária há dois condomínios residenciais além de outros prédios na rua de acesso. São dezenas de crianças, que não raro praticam futebol ou um vôlei improvisado.

Nos fins de tardes do verão, muitas famílias se sentam no gramado para um chimarrão e boas conversas, como antigamente. Em tempo: uma rodoviária precisa de, no mínimo, um caixa eletrônico. Na nossa, há anos não temos este equipamento.

Horário de verão

Governo do Estado divulgou pesquisa com restaurantes, hotéis, bares, eventos, comércio e turismo sobre a volta do horário de verão. Já aventado, inclusive, pelo presidente Jair Bolsonaro (que o extinguiu por decreto em abril de 2019) diante da crise hídrica que o país vive sem perspectivas de normalidade no curto prazo.

Exigindo acionamento de usinas termelétricas (movidas a carvão mineral) com custo muito mais elevado que a energia das hidrelétricas. A aprovação foi unânime. Mais gente na rua, mais faturamento, mais empregos e renda. São setores dramaticamente abalados pela pandemia da Covid 19.

Foro privilegiado

Sobre nota da coluna de 16/9 o deputado federal, presidente estadual do MDB e pré-candidato a governador, Celso Maldaner, diz que sua preocupação com o foro privilegiado que contempla 50 mil autoridades de todos os poderes, não é “repentina”.

Cita que foi membro titular da comissão especial da Câmara dos Deputados que votou e aprovou a Proposta de Emenda Constitucional 333/17 (em dezembro de 2018) que põe fim a tamanho absurdo.

De fato

Mas, três anos depois, pedir urgência para a votação em plenário desta PEC, num momento em que o país vive em plena balbúrdia política e econômica com total incerteza sobre o que ainda pode vir de mais ruim para os mortais cidadãos que carregam nos ombros o custo Brasil- incluindo o Congresso Nacional- é no mínimo, ‘jogar para a torcida’. Com todo o respeito que o parlamentar deva merecer, alguém vai lhe dar ouvidos? Tomara que sim.

Hang ao Senado?

A grande novidade das eleições de 2022 pode ser o empresário Luciano Hang como candidato a senador. Em 2018, a convite do então candidato à presidência da República, Jair Bolsonaro, ele disse “não”. Alegando que cargos eletivos não estavam em seus planos. Mas agora, picado pela “mosca azul”, parece que mudou de ideia.

Outro pretendente

Em 2020, Bolsonaro, amigo pessoal de Hang, sugeriu o nome do Secretário Nacional da Pesca, Jorge Seif Jr (de Itajaí), filiado ao PL de Jorginho Mello, candidato a governador com apoio do presidente.

Que, se tiver de escolher, ficará com o dono da Havan, sem dúvidas. Até porque Seif Jr. é um ilustre desconhecido em SC. Além disso, em 2022 só haverá uma vaga ao Senado.

Notícias relacionadas

x