Economia

Com alta de 26,6%, SC encerra 2021 com recorde nas exportações

Já as importações tiveram uma alta de 54,9% ante o ano anterior, atingindo US$ 24,9 bilhões

24/01/2022

Por

Com alta de 26,6%, SC encerra 2021 com recorde nas exportações

Divulgação

O ano de 2021 encerrou com recorde para o comércio exterior catarinense. Com avanço de 26,6% frente a 2020, as exportações somaram US$ 10,3 bilhões no período. Já as importações tiveram uma alta de 54,9% ante o ano anterior, atingindo US$ 24,9 bilhões. Tanto as exportações quanto as importações registraram o melhor desempenho da série histórica iniciada em 1997, conforme análise do Observatório Fiesc. Os números refletem o alto grau de internacionalização da economia catarinense.

De acordo com o Observatório Fiesc, as vendas de carnes de aves e suína mantiveram a liderança na pauta exportadora catarinense. Com US$ 2,9 bilhões em produtos embarcados, elevação de 22,8% em relação a 2020, o setor se beneficiou por um cenário internacional mais favorável, sobretudo para a carne suína, que alcançou recorde em 2021 em volume e valores negociados com o exterior.

De acordo com Maicon Luiz Brand, economista do Observatório Fiesc, a demanda da China, que ainda sentiu os efeitos de um surto de peste suína, ajuda a explicar o crescimento dos embarques catarinenses. Santa Catarina é líder no país na exportação de carne suína.

Outro ponto positivo para as exportações catarinenses em 2021 foi o crescimento nos embarques de motores elétricos e partes de motor. Juntos, os produtos tiveram expansão de 40,7% em valor exportado na comparação com 2020.

Em 2021, os Estados Unidos se tornaram o principal destino das exportações catarinenses, com 18,8% de participação, ocupando o espaço que em 2020 era da China. Na comparação com 2020, as exportações catarinenses para os Estados Unidos cresceram 43,8%.

Quer saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região primeiro? CLIQUE AQUI e participe do nosso grupo de WhatsApp!

Notícias relacionadas

x