Sem categoria

Comitê reforça medidas de prevenção a bancos, lotéricas, academias e supermercados em Jaraguá do Sul

Ofício foi divulgado na tarde desta sexta-feira (17)

17/07/2020

Por

Comitê reforça medidas de prevenção a bancos, lotéricas, academias e supermercados em Jaraguá do Sul

O Comitê Extraordinário Covid-19 emitiu nesta sexta-feira ofício solicitando aos estabelecimentos bancários, lotéricas, academias e supermercados que intensifiquem as ações preventivas regulamentadas em decretos e portarias relativas a medidas necessárias para evitar o contágio pelo Coronavírus.

Leia mais:

O ofício solicita o cumprimento das recomendações das autoridades sanitárias e epidemiológicas como a sanitização de ambientes internos e externos e atenção especial quanto à formação de filas, observando-se o afastamento recomendado.

A presidente do Comitê, Emanuela Wolff, disse neste documento que haverá, nos próximos 15 dias, intensificação da fiscalização nos estabelecimentos desta natureza por parte das equipe da Vigilância Sanitária, de Fiscalização de Posturas e de Segurança Pública. Denúncias de descumprimento das regras devem ser feitas ao 190 da Polícia Militar. 

O documento esclarece  que a medida de distanciamento social tem se mostrado efetiva para manter sob controle a curva do índice de casos e leva em consideração o aumento no número de notificações da doença nas últimas semanas, além da exacerbação das consultas médicas e teleconsultas pelo 0800-643-8089, que funciona como Central de Orientação do Coronavírus. 

 O ofício considera a situação de emergência em Saúde Pública declarada em Jaraguá do Sul pelo Decreto Municipal 13.723/2020, de 18/03/2020; a Lei Federal Nº 13.979/2020, de 06/02/2020 e o Decreto Legislativo Nº 06/2020, que declaram situação de calamidade pública no território brasileiro, além da recomendação do Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) de que o município implemente, reforce a articule medidas de fiscalização para efetivação dos Decretos Estaduais, garantindo que  a liberação de atividades seja feita com respaldo técnico e parâmetros adequados.

O MPSC solicita que a liberação ocorra sob a orientação de órgãos sanitários e de saúde e recomenda a aplicação de regras mais restritivas em caso de necessidade.

Notícias relacionadas

x