Especiais

Comunidade Novo Amanhã abre as portas para o público

Desde o ano passado, a comunidade tem aberto as portas para que o público visite e conheça mais de perto o trabalho que é desenvolvido por ela

19/07/2019

Por

Comunidade Novo Amanhã abre as portas para o público

A Comunidade Terapêutica Novo Amanhã desenvolve um trabalho importante na região, tanto no acolhimento quanto na reabilitação de dependentes químicos, há 21 anos, mas pouco se conhece sobre essa instituição. Desde o ano passado, a comunidade tem aberto as portas para que o público visite e conheça mais de perto o trabalho que é desenvolvido por ela.

O coordenador da instituição, Mateus Mantovani, afirma que há muitos preconceitos e estigmas em relação a dependência química, mas que é preciso combater por meio da informação e da convivência. “Infelizmente existe um desconhecimento público muito grande, as pessoas têm muita dificuldade de compreender o que é a dependência química e acabam associando como algo pejorativo, com a ideia de que a pessoa não quer nada, não presta para nada, infelizmente”, explica.

Na Novo Amanhã todos os acolhidos são livres para permanecer na casa ou suspender o tratamento e esse é mais um dos preconceitos que a ONG tenta quebrar. “Dentro de vários estigmas, existe também a ideia errada de que todo local que trata dependentes químicos é clínica e não é dessa forma. Numa clínica por exemplo, em determinados casos, a pessoa está fechada, sem contato com familiares, na comunidade terapêutica é exatamente o contrário, as pessoas estão aqui por elas querem, sem portões, sem grades, elas são livres para sair quando quiserem”, afirma Mantovani.

De acordo com o coordenador, a Comunidade Terapêutica Novo Amanhã, não tem vínculos com nenhuma instituição religiosa, porém a espiritualidade é uma parte importante do tratamento terapêutico. “Nós não queremos pregar religião A, B, ou C, o que a gente quer é deixar o espaço aberto para que todas as igrejas venham participar, desenvolver alguma atividade, porque entendemos que estimular a espiritualidade é uma parte importantíssima no tratamento”, comenta Mateus.

As visitas ao local também são abertas ao público para conhecerem o espaço e doar um tempo de conversa e interação com os acolhidos. A Comunidade Terapêutica Novo Amanhã fica na Rodovia JGS 493, n° 3.616, Bairro Rio Cerro II. Mais informações pelo telefone: (47) 8466-0780.

Notícias relacionadas

x