Geral

Conferência aprova metas para o saneamento básico de Jaraguá do Sul

Nos próximos 20 anos a expectativa de investimento na rede de coleta e abastecimento de água é de R$ 69 milhões

16/06/2021

Por

Jornalista apaixonada por cultura e segurança pública

Conferência aprova metas para o saneamento básico de Jaraguá do Sul

Foi realizado na segunda-feira (14) a Conferência Municipal de Saneamento básico, na sede do ISSEM, quando foram definidas as metas para o saneamento básico de Jaraguá do Sul, a serem atingidas pela prefeitura, por meio do Samae, nos próximos anos.

Foram propostos estudos de viabilidade para:

  • Descentralizar o Ponto de Entrega Voluntária (PEV) e a possibilidade de ter um PEV em cada região mais afastada e populosa da cidade. Esse estudo deve ser apresentado dentro de um ano;
  • O PEV receber resíduos da construção civil na proporção de 1 m³ (um metro cúbico) por ano, por matrícula;
  • O Samae assumir 100% da drenagem de Jaraguá do Sul;
  • Incluir no edital da Proposta de Manifestação de Interesse (PMI), projeção da taxa de reciclagem e compostagem gradativamente até 2040.

No campo das projeções alguns dados chamam a atenção, como a perspectiva populacional de Jaraguá do Sul até 2030 que deve chegar a 224 mil pessoas. E nos próximos 20 anos a expectativa de investimento na rede de coleta e abastecimento de água é de R$ 69 milhões. Já para a coleta, afastamento e tratamento de esgoto o investimento necessário é de R$ 155 milhões, no mesmo período.

As propostas serão levadas, agora, ao Conselho Municipal de Saneamento Básico e, posteriormente, seguirão para a Câmara de Vereadores.

Quer saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região primeiro? CLIQUE AQUI e participe do nosso grupo de WhatsApp!

Notícias relacionadas

x