Educação

Coordenador regional de educação explica sobre novo ensino médio e o funcionamento do Cedup

O modelo tem uma carga horária maior, currículo mais flexível organizado por áreas do conhecimento, no lugar de disciplinas, e voltado para necessidades, competências e habilidades essenciais a serem desenvolvidas pelo aluno.

25/11/2020

Por

Coordenador regional de educação explica sobre novo ensino médio e o funcionamento do Cedup

O coordenador regional de educação, Fernando Alflen, participou na segunda-feira (23) da plenária virtual da Associação Empresarial de Guaramirim, para explicar como será o funcionamento do Cedup, a partir de 2021.

Inaugurado no dia 9 de novembro com a presença da governadora interina, Daniela Reinehr, o Cedup oferecerá o novo ensino médio e cursos profissionalizantes em duas modalidades, de administração – gestão de negócios e tecnologia da informação – manutenção de computadores.

Alflen explicou que o novo ensino médio foi implantado em 120 escolas-piloto de Santa Catarina este ano, sendo cinco na região: Corupá (Teresa Ramos), Jaraguá do Sul (Duarte Magalhães, Lino Floriani e Holando Marcellino Gonçalves) e em Guaramirim (Lauro Zimmermann). O Cedup será o sexto.

 

Recebas as notícias do JDV no WhatsApp!

 

O modelo tem uma carga horária maior, currículo mais flexível organizado por áreas do conhecimento, no lugar de disciplinas, e voltado para necessidades, competências e habilidades essenciais a serem desenvolvidas pelo aluno.

Ele prioriza mais a prática do que a teoria, conforme o coordenador.

No dia a dia dos estudantes, uma das principais mudanças é a carga horária, das atuais 800 horas/aula por ano, para mil horas.

As horas/aula distribuem-se entre a formação geral básica (mínimo de 1,8 mil horas nos três anos); e a formação específica via itinerários formativos, contemplando habilidades próprias a uma ou mais áreas de conhecimento, ou formação técnica e profissional (mínimo de 1,2 mil horas nos três anos).

Novos cursos serão oferecidos de acordo com as demandas do mercado

A formação geral, de acordo com o coordenador regional de Educação, Fernando Alflen, encontra embasamento na Base Nacional Comum Curricular (BNCC).

Já os chamados itinerários formativos são a parte flexível do currículo, compreendendo o projeto de vida, os componentes curriculares eletivos e as trilhas de aprofundamento.

A rede estadual de ensino de Santa Catarina optou pela distribuição desta carga horária ao longo das três séries do ensino médio, aumentando, a cada ano, a proporção da formação específica em relação à formação geral.

O primeiro ano do ensino médio, explica Alflen, prepara o aluno para o que ele deseja para o futuro na área da profissionalização. O Cedup de Guaramirim, no primeiro ano, terá 800h de currículo base mais 320h de prática, subindo nos dois anos seguintes nos conteúdos formativos específicos, nos cursos oferecidos.

As aulas, em princípio, devem iniciar no dia 18 de fevereiro.

 

LEIA TAMBÉM

 

Fernando Alflen adiantou que as rematrículas do ensino médio serão automáticas, mas as matrículas novas serão abertas somente em 2021.

O Cedup tem capacidade de 500 alunos por turno.

Além dos dois cursos profissionalizantes já definidos, outros poderão ser oferecidos, inclusive em parceria com outras entidades como Sesi, Senai, Senac, IFSC, tudo dependendo da demanda do mercado, sem sobrepor com os que já são oferecidos na região.

Existe também a possibilidade de as pessoas já formadas no ensino médio regular, técnico ou graduação participar dos cursos profissionalizantes do Cedup, para aprimorar os conhecimentos específicos na área escolhida.

 

Recebas as notícias do JDV no WhatsApp!

Notícias relacionadas

x