Corupá

Corupá quer modernizar educação com uso de display interativo

 O deputado Fernando Krelling, que já viabilizou mais de R$ 300 mil em emendas para Corupá

08/04/2021

Por

Jornalista apaixonada por cultura e segurança pública

Corupá quer modernizar educação com uso de display interativo

Técnicos da empresa DigiSonic sediada em Bebedouro, São Paulo, estiveram reunidos com representantes de diversos setores da prefeitura de Corupá para apresentar as novidades tecnológicas para o setor educacional no país. O equipamento, conhecido como Display Interativo, atende salas de salas de aula de todos os portes, possui tecnologia touchscreen, onde duas ou mais pessoas podem interagir ao mesmo tempo, além de alto-falantes de 30W integrados.

Todos os modelos acompanham computador embarcado Android com possibilidade de instalação de Apps diversos, além da opção de instalação de um segundo computador com Windows 10 PRO. O convite partiu do prefeito, Luiz Carlos Tamanini, que pretende substituir os tradicionais quadros-negros ou lousas, pelo equipamento de última tecnologia e muito superior à lousa digital.

“Este é mais um compromisso de campanha que pretendemos cumprir ainda este ano. Para tanto, vamos em busca de recursos junto aos governos estadual e federal”, destacou o prefeito.

Há poucos dias, o deputado Fernando Krelling, que já viabilizou mais de R$ 300 mil em emendas para Corupá esteve na cidade e a ele foi solicitado a intermediação de uma audiência com representantes da secretaria de Educação de Santa Catarina, quando pretende apresentar o projeto.

Segundo os representantes da empresa DigiSonic, os preços dos equipamentos oscilam de acordo com o tamanho do display que varia de 65 a 86 polegadas. Em média, já com computador acoplado, seriam entre R$ 28 e 32 mil, conforme o modelo.

No entanto, com o processo licitatório e a disputa entre as empresas participantes, a tendência é de queda no preço final.

Investimento deve chegar a R$ 900 mil

Levantamento realizado pela secretaria de Educação municipal aponta que em Corupá existe aproximadamente 40 salas de aula, distribuídas em oito unidades educacionais, sendo quatro escolas e quatro centros de educação infantil. Com isso, a prefeitura imagina investir em torno de R$ 900 mil para dotar todas as salas com a nova tecnologia.

“É um projeto audacioso, mas estamos acostumados a desafios. Em apenas três meses de governo, já lançamos licitação para compra de máquinas, pavimentação de ruas, equipamentos para o Pronto Atendimento, além de estarmos promovendo uma limpeza geral na cidade. Paralelamente a isso, lidamos com o desafio diário da pandemia. Queremos acreditar que com o apoio de todos, essa revolução tecnológica das escolas corupaenses será possível até o final do ano”, registrou Tamanini.

Quer saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região primeiro? CLIQUE AQUI e participe do nosso grupo de WhatsApp!

Notícias relacionadas

x