Geral

Cras Baependi trabalha parcerias para fortalecer vínculos em Jaraguá

Desde o mês de dezembro, a unidade funciona na rua Bertha L. Kassner, 112

14/06/2022

Por

Cras Baependi trabalha parcerias para fortalecer vínculos em Jaraguá

Divulgação PMJS

O trabalho feito pelo Centro de Referência e Assistência Social (Cras) do bairro Baependi, em Jaraguá do Sul, vai ser destacado nesta edição da série de reportagens sobre o Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV), promovido pelas unidades de Assistência Social do município.

Desde o mês de dezembro, a unidade funciona na rua Bertha L. Kassner, 112. Na sede nova, os profissionais que ali atuam ganharam maior espaço para desenvolver suas ações e serviços junto à comunidade sendo responsável pelo maior território de atendimento dentre os sete Cras do município. Ao todo são atendidos ali moradores de 11 bairros. São eles: Água Verde, Barra do Rio Molha, Centro, Czerniewicz, Nova Brasília, Rau, Rio Cerro I, Rio Cerro II, Rio Molha, Três Rios do Sul e Vila Baependi.

Segundo a assistente social e supervisora do Cras Baependi, Karoline Grams, por meio do SCFV, foram atendidas por sua equipe um total de 87 pessoas, no último mês de maio. “Número de atendimentos que se manteve expressivo ano passado no ápice da pandemia”, relembra Karoline.

Esta situação, ela conta, levou a equipe técnica deste serviço a adotar algumas estratégias para manter o vínculo com seus usuários e familiares e respeitar os protocolos anti-covid vigentes na ocasião. “A elaboração deste planejamento de trabalho contou com a criação de quatro grupos de atendimento virtual pelo WhatsApp, mantendo atividades específicas com grupos de pais e crianças de zero a seis anos, com adolescentes, adultos e idosos, de acordo com as propostas de trabalho e objetivos para esses diferentes ciclos de vida, conforme orientações técnicas da Política Nacional de Assistência Social (PNAS)”, relembrou a supervisora do Cras.

Karoline acrescenta ainda que algumas famílias com crianças foram contempladas com atendimento pelas chamadas “Caixinhas das Famílias”. “Trata-se um kit de atividades lúdicas, como joguinhos de mesa, massa de modelar, quebra-cabeça entre outras opções, e informações que eram entregues ao representante familiar atendido pelo SCFV, que vinha até o Cras em dia e horário agendado para as devidas orientações.”

Atendimento telefônico prestado pelos educadores sociais e técnicos de referência do serviço também foi utilizado durante a pandemia para acompanhamento de suas famílias e mapeamento de suas demandas.

Quer saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região primeiro? CLIQUE AQUI e participe do nosso grupo de WhatsApp!

Notícias relacionadas

x