Geral

Desenvolvimento Social apresenta projetos e ações em plenária da Aciag

Em 2018/2019 foram financiados 20 projetos sociais

10/11/2021

Por

Desenvolvimento Social apresenta projetos e ações em plenária da Aciag

Divulgação / Aciag

A secretaria de Desenvolvimento Social e Habitação de Guaramirim, por meio da titular da pasta, Neuci Conceição Feldmann Delai e de Noslen Boeira de Oliveira, chefe de Programas e Ações, participaram no dia 8, segunda-feira, da plenária da Associação Empresarial de Guaramirim (Aciag), para a apresentação dos trabalhos e projetos e lançamento da campanha de incentivo e destinação de recursos ao Fundo da Infância e Adolescência e ao Fundo do Idoso, por meio do imposto de renda, para financiar projetos na comunidade voltados para esse público.

A secretária Neuci explicou que estão vinculados à Secretaria os dois CRAS (Centro e Corticeira) e o Creas, além do Lar da Criança Marcos Moroso, que atualmente atende 18 crianças institucionalizadas retiradas do convívio familiar. Também alguns conselhos municipais estão ligados diretamente à pasta, como das crianças e adolescentes e dos idosos.

A chefe de Programas e Ações, Noslen Boeira, falou sobre os fundos municipais, em especial do FIA e do FMIG, para os quais pessoas físicas e jurídicas podem direcionar recursos por meio de doações, deduzindo do imposto de renda a ser pago ao fisco federal. Segundo ela, em 2018/2019 foram financiados 20 projetos sociais, alcançando o montante de R$ 1,5 milhão.

Em 2020, por conta da pandemia, apenas dois projetos foram executados, no valor de R$ 622 mil e em 2021, cinco projetos, com o repasse de R$ 905 mil.

“Para o próximo ano queremos aumentar o volume de doações e atender mais pessoas por meio dos projetos sociais. Mas, para isso, é necessário que as empresas e pessoas físicas destinem recursos do imposto de renda para o Fundo da Infância e Adolescência e Fundo Municipal do Idoso”, explicou.

“Destinando aos Fundos, o recurso fica integralmente em Guaramirim, financiando projetos sociais da comunidade, beneficiando diretamente nossas crianças, adolescentes e idosos”, completou.

Instituições captam recursos para projetos sociais chancelados pelos Fundos Municipais

A prefeitura/secretaria de Desenvolvimento Social e Habitação e Conselho Municipal dos Direitos dos Idosos (Comdig) e Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) lançaram neste segundo semestre os editais de chamamento público para o recebimento de propostas às entidades interessadas em realizar projetos voltados à promoção, proteção e defesa dos direitos da pessoa idosa e das crianças e adolescentes de Guaramirim. A modalidade é chancela, por meio do qual a organização da sociedade civil credenciada pode captar os recursos para execução, com aprovação prévia dos respectivos Conselhos.

A chefe de Programas e Ações da Secretaria do Desenvolvimento Social, Noslen Boeira de Oliveira, explicou na Aciag, na segunda-feira, que nesse formato as entidades credenciadas fazem a captação dos recursos diretamente nas empresas e pessoas físicas, tendo um ano de prazo para captar e executar os projetos. Pela modalidade de chancela, os Conselhos autorizam a captação.

Vinte por cento do valor captado vai para o FIA e FMIG para incrementá-los e possibilitar mais investimentos e outras ações. Cinco projetos estão autorizados a captar os recursos, sendo eles aulas de yoga para idosos, proposto pela Associação Rede Feminina de Combate ao Câncer – valor R$ 25,8 mil; Inclusão digital para a terceira idade, da Ação Social – R$ 37.920,00; Artesanato na terceira idade – Ação Social – R$ 38.784,00.

Outro projeto é o Bombeiro na terceira idade, no montante de 23.412,00, proposto pela Associação de Serviços Sociais Voluntários de Guaramirim, que vai atender também os bairros e, o Otimizando o desenvolvimento e potencialidades para crianças e adolescentes com deficiências, da Apae, no valor de R$ 72.102,43.

A campanha lançada pela Secretaria de Desenvolvimento Social e Habitação tem como tema “transforme parte do imposto de renda em boas ações”. Noslen Boeira, explicou como doar, e o percentual permitido pela Receita Federal para pessoas físicas e jurídicas. Ela enfatizou que o dinheiro não sai do bolso do contribuinte, é a destinação de parte do imposto de renda a ser pago ao fisco federal.

Dúvidas podem ser esclarecidas pelo telefone 3373-0166.

Quer saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região primeiro? CLIQUE AQUI e participe do nosso grupo de WhatsApp!

Notícias relacionadas

x