Esportes

Dois torcedores do Criciúma foram identificados por supostos atos de racismo contra jogador da Ponte Preta

O jogo entre as equipes aconteceu na sexta-feira

20/07/2022

Por

Jornalista apaixonada por cultura e segurança pública

Dois torcedores do Criciúma foram identificados por supostos atos de racismo contra jogador da Ponte Preta

Divulgação/Associação Atletica Ponte Preta

Dois torcedores do Criciúma foram identificados por supostos atos de racismo contra o jogador Da Silva, da Ponte Preta. O jogador do time paulista alegou ter sido chamado de “macaco” pela torcida catarinense durante o jogo entre as duas equipes na sexta-feira (15), no estádio Heriberto Hülse, pela série B.

De acordo com o G1 SC, o advogado do Criciúma, Duncke Sestário Filho, prevê tomar as medidas cabíveis em apoio com a polícia, além de iniciar uma campanha de conscientização entre os torcedores.

“O clube pode perder pontos, pode perder mando, pode ser multado, multas pesadas. É uma questão que está em muito em voga no tribunal desportivo e as penas são bem pesadas. Queremos evitar isso”, declarou o advogado.

As ofensas racistas na esfera criminal podem resultar em prisão de dois a cinco anos e na parte esportiva pode resultar em punições ao clube, que atualmente busca o acesso para a primeira divisão.

Sobre os insultos, a Ponte Preta protocolou junto à Procuradoria do Superior Tribunal de Justiça Desportiva uma Notícia de Infração Disciplinar cobrando providências sobre o ocorrido.

Quer saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região primeiro? CLIQUE AQUI e participe do nosso grupo de WhatsApp!

Notícias relacionadas

x