Geral

Editorial: novo posicionamento na cobertura jornalística sobre o coronavírus

Temos refletido muito sobre a cobertura jornalística em todo o país sobre o coronavírus e de que forma poderíamos contribuir mais com a sociedade, por isso decidimos mudar a nossa forma de falar sobre o assunto

01/07/2020

Por

Editorial: novo posicionamento na cobertura jornalística sobre o coronavírus

Raramente produzimos um editorial, mas é justo o nosso pronunciamento nesse momento tão conturbado em que o mundo atravessa. Entendemos a gravidade da pandemia, lamentamos os milhares de vidas perdidas e continuaremos a fazer o nosso trabalho sério, imparcial e de credibilidade, como há mais de 30 anos estamos fazendo.

No entanto, percebemos que o medo, a ansiedade e a depressão também são pandêmicas e diante disso, gostaríamos de comunicar que passaremos a atualizar os números sobre os casos de coronavírus em Jaraguá e Região, apenas nas sextas-feiras, a partir de agora, a não ser que algo muito inédito aconteça.

Tendo ciência de que os casos só tendem a aumentar e que será difícil exterminar o vírus sem alguma vacina, precisaremos aprender a conviver com o “novo normal”, até que uma solução eficaz seja lançada no mercado. Todos nós precisamos encontrar um meio de sobreviver a isso de uma forma mais consciente e confiante.

Nós pensamos muito e procuramos uma forma de colaborar para que as coisas fluam com mais sensatez e menos alarmismo, pelo menos na cobertura local. De todas as medidas possíveis que poderíamos implementar, a que mais representa o nosso compromisso com a sociedade, é a de dar o primeiro passo em direção a esse novo mundo que se nos apresenta a partir de agora, retratando, registrando esse ciclo, mas não sendo refém dele.

O nosso oficio vai além de noticiar, a nossa missão é conduzir a sociedade a um novo pensamento, a uma nova postura diante dos fatos, à uma compreensão global, mas não generalista. Produziremos nosso melhor conteúdo pensando nos que ficam, nos que precisam continuar, em todos nós que precisamos de esperança para poder vencer este tempo.

Continuaremos acompanhando a pandemia, jamais fecharemos os olhos para algo tão grave e assombroso, mas vamos dedicar nossos maiores esforços em escrever com fé, produzir esperança, e a pautar novas possibilidades.

 

Notícias relacionadas

x