Educação

Escola Alto Luiz Alves será em tempo integral a partir de 2020

A iniciativa de implantar a educação integral em tempo integral surgiu da necessidade de ressignificar e valorizar o trabalho na Escola Alto Luiz Alves, que fica na zona rural e corria o risco de fechamento das atividades, devido ao baixo número de alunos

29/10/2019

Por

Escola Alto Luiz Alves será em tempo integral a partir de 2020

O sábado foi de confraternização de famílias na Escola Alto Luiz Alves e Pré-Escolar Pingo de Gente, na entrada do Braço Seco, em Massaranduba, mas também do anúncio de uma iniciativa pioneira comunicada pelo secretário de Educação, Cultura, Esporte e Turismo, Cristiano Tironi. O estabelecimento que tem 54 alunos, da pré-escola ao 5º ano terá em 2020 educação integral em tempo integral ecoformadora.

Sábado teve o Dia da Família na Escola, com muitas atividades. À tarde, a comunidade escolar esteve reunida quando o secretário Tironi e a diretora Cristina Pereira Vieira de Liz apresentaram o projeto da escola integral, com as disciplinas, assim como o custo de implantação.

As aulas serão das 8h às 17h. O secretário Tironi explicou que a ocupação dos alunos durante os 480 minutos do dia que permanecerão na escola serão de atividades curriculares estendidas e não oficinas. A diretora Cristina de Liz que faz mestrado em Caçador, escolheu justamente essa área para o seu estudo e vai aplicar na prática o aprendizado da academia no estabelecimento.

A iniciativa de implantar a educação integral em tempo integral surgiu da necessidade de ressignificar e valorizar o trabalho na Escola Alto Luiz Alves, que fica na zona rural e corria o risco de fechamento das atividades, devido ao baixo número de alunos. Pelo estudo apresentado, com amparo legal na legislação e dentro do planejamento financeiro, o desafio será elevar o número de alunos para 70 no próximo ano. Os pais, em assembleia anterior, haviam aprovado a mudança, que terá um grande ganho no aprendizado dos seus filhos. O Conselho Municipal de Educação também aprovou.

Alunos e comunidade terão ganhos significativos na formação

O estabelecimento passará por mudanças. Uma das áreas hoje aberta será fechada, formando mais uma sala. As salas ganharão bancadas, novos computadores, espaço maker, entre outras melhorias. Tudo pensado dentro do que existe de melhor para o aprendizado das crianças durante o período em que permanecerão na escola, onde ganharão também toda a alimentação.

O transporte está garantido. Toda a logística está planejada, tanto assim que o início das aulas será às 9h, permanecendo ininterruptamente até as 17h, quando os alunos embarcam para as suas casas. Assim, o tempo ocioso será ocupado por atividades didáticas durante o período e também pesquisas, como explicaram o secretário Tironi e a diretora Cristina.

As matrículas acontecem esta semana. A busca pelo aumento do número de alunos já está com toda a estratégia definida, conforme Cristina, que está otimista com o novo modelo, que vai garantir o desenvolvimento das crianças em todas as suas dimensões, seja intelectual, física, emocional, social e cultural, compartilhadas com as famílias, educadores e gestores, além da comunidade local.

Notícias relacionadas

x