Esportes

Esportes Eletrônicos: FIFA 23 é o maior de todos os tempos da franquia em vendas

Último FIFA da história superou antecessor em apenas seis meses

14/05/2023

Fonte: GE

O FIFA 23 se tornou o maior de todos os tempos na franquia em número de cópias vendidas. Segundo relatório divulgado pela EA Sports, o jogo atual vendeu mais nos primeiros seis meses do que toda a vida útil do antecessor, o FIFA 22.

Último título da série que leva o nome da entidade máxima do futebol fez história também em engajamento e superou expectativas. Os números absolutos não foram revelados pela desenvolvedora canadense.

— O desempenho recorde dos serviços ao vivo e o aumento do engajamento, principalmente da nossa franquia FIFA, geraram reservas líquidas no quarto trimestre melhores do que o esperado, encerrando um forte final de ano fiscal — disse Chris Suh, diretor financeiro da EA Sports.

Além de ser o último FIFA de todos os tempos, o FIFA 23 contou ainda com um dos conteúdos mais aguardados pelos fãs de futebol: a Copa do Mundo. O simulador recebeu uma atualização gratuita com alguns estádios, bola oficial, todas as seleções e jogadores presentes no maior torneio de futebol do planeta. Pela quarta vez seguida, um jogo da franquia acertou o campeão do Mundial.

O fim do FIFA e um recomeço na franquia

A partir da próxima edição, a franquia deixa o nome FIFA e passa a ser chamada de EA Sports FC. A mudança se dá pelo fim da parceria de mais de 30 anos entre EA Sports e Fifa.

De acordo com o jornal americano The New York Times, a entidade queria US$ 1 bilhão (R$ 4,95 bilhões) pelo período de quatro anos para renovar a licença com a empresa canadense, que rejeitou a oferta.

No início de abril, a desenvolvedora já começou a esquentar o futuro lançamento e anunciou a logo do EA Sports FC. A identidade visual já foi aplicada nos campeonatos parceiros, incluindo a Conmebol Libertadores e Sul-Americana.

Ainda em ações para alavancar o novo jogo, a EA Sports anunciou que fará um investimento milionário no futebol de base ao redor do mundo. Intitulado FC Futures, o programa pode “salvar crianças do tráfico”, segundo o ídolo do Arsenal Ian Wright.

Apesar de ser um rompimento histórico, o fim do FIFA pode fazer bem à franquia tanto na jogabilidade quanto nos esports, segundo apuração exclusiva do GE. É possível enxergar até um retorno do futebol brasileiro licenciado ao jogo, em caso de criação de Liga.

 

Quer saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região primeiro? CLIQUE AQUI e participe do nosso grupo de WhatsApp

Por

Sou Felipe Junior, jornalista formado, na Universidade Regional de Blumenau (Furb), pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Multimídias, na Anhembi Morumbi, em São Paulo.

Notícias relacionadas

x