Geral

Faltas elevadas nos CRAS de Jaraguá do Sul prejudicam quem realmente precisa

O absenteísmo aos atendimentos agendados nos sete CRAS tem preocupado a secretaria de Assistência Social e Habitação

28/07/2021

Por

Faltas elevadas nos CRAS de Jaraguá do Sul prejudicam quem realmente precisa

O absenteísmo aos atendimentos agendados nos sete CRAS (Centros de Referência de Assistência Social) tem preocupado a secretaria de Assistência Social e Habitação. Em julho, até o dia 22, houve falta de comparecimento em 13% dos agendamentos, situação que, na avaliação da gerente de Proteção Social, Bruna Nagel Pauli, prejudica aqueles que efetivamente necessitam da estrutura. Um novo atendimento demora de duas a três semanas, ou mais, dependendo da demanda.

Leia mais:

O CRAS Ribeirão Cavalo, próximo ao Condomínio Residencial Érika Modrock, foi o que mais registrou faltas neste mês. De 1º a 22 de julho foram feitos 295 agendamentos. Próximo da data de atendimento foram enviados os lembretes e confirmações. Mesmo assim, 56 pessoas faltaram, o que representou quase 20% dos agendamentos, de acordo com a coordenadora, Karina Mendes.

Esse Centro é referência para aproximadamente cinco mil famílias dos bairros Ribeirão Cavalo, Braço do Ribeirão Cavalo, Tifa Monos, Nereu Ramos e Estrada Nova e faz, em média, 20 atendimentos por dia, a maioria para famílias em vulnerabilidade econômica, que buscam auxílio-cidadão ou atualização do CadÚnico.O secretário de Assistência Social e Habitação, André de Carvalho Ferreira, pede aos usuários que avisem os CRAS com antecedência de até dois dias, caso não possam comparecer.

Quer saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região primeiro? CLIQUE AQUI e participe do nosso grupo de WhatsApp!

Notícias relacionadas

x