Educação

Fernando Alflen avalia primeiras semanas de aulas na rede estadual de ensino

Convidado do programa “JDV em Foco”, transmitido na quinta-feira (4), Alflen falou sobre o Cedup de Guaramirim, abertura do ano letivo, aulas durante a pandemia e outras informações relevantes

09/03/2021

Por

Fernando Alflen avalia primeiras semanas de aulas na rede estadual de ensino

Convidado do programa “JDV em Foco”, transmitido na quinta-feira (4), o coordenador regional de Educação, professor Fernando Alflen deu uma boa notícia: no dia 26 de março serão abertas as propostas para a finalização das obras da Escola de Ensino Médio Darci Franke Welk, da Tifa Martins. Alflen falou sobre o Cedup de Guaramirim, abertura do ano letivo, aulas durante a pandemia e outras informações relevantes.

A volta às aulas na rede estadual aconteceu no dia 18 de fevereiro nas 30 escolas das cinco cidades da região. “Depois de um ano com as escolas fechadas, retornamos com as adequações definidas nos três modelos de ensino para esse período excepcional, com todas as precauções envolvendo gestores, professores, estudantes e equipes das escolas, respeitando os protocolos de contingência previamente aprovados para a situação pandêmica”, registrou.

De acordo com o coordenador regional de Educação, 80% optaram pelas aulas presenciais e 20% pelas aulas virtuais. “A decisão é da família. A escola faz a oferta educacional, mas é a família que decide o modelo. Estamos ainda em fase de adaptação, seguindo estritamente o plano de contingência para o ambiente escolar, que é seguro”, garante.

Leia mais:

Tribunal de Contas recomenda lockdown imediato por 14 dias em Santa Catarina

Vereadores aprovam recursos para mais 10 leitos de UTI Covid-19 em Jaraguá

Confira mais notícias em jdv.com.br

 

Neste sentido, Fernando Alflen destaca a importância do envolvimento da família para que informe à escola eventual sintoma do aluno ou algum familiar, para adotar a quarentena. Houve um caso de assintomático numa escola da região, mas não se sabe aonde o aluno foi contagiado. A situação está sob controle. Um membro da família testou positivo e posteriormente o aluno também, que foi afastado e acompanha as aulas virtualmente.

Com a experiência de gestor na rede estadual e de professor nas redes privada e municipal, Alflen considera, como sugestão, que poderia haver desdobramento de mais turmas, dependendo da situação, àqueles que frequentam as aulas presenciais no tempo-escola e no tempo-casa. O terceiro modelo são as aulas cem por cento virtual.

Uma escola da rede estadual de Massaranduba, pelo baixo número de alunos matriculados, possibilita que as aulas sejam todas presenciais, seguindo à risca o plano de contingência.

 

Duas escolas são polos para ensino virtual

O modelo cem por cento virtual, aonde o aluno não vem para a escola, envolve em torno de 20 por cento das matrículas. Para isso, foi criado dois polos de caráter regional (para todas as escolas das cinco cidades da CRE de Jaraguá do Sul), sendo o do ensino fundamental na Escola Heleodoro Borges e do ensino médio na Escola Darci Franke Welk. São 18 mil alunos matriculados nas 30 escolas do Estado, quando há dois anos eram 14,6 mil.

Assim, as diferentes turmas do fundamental e do médio recebem os conteúdos remotos desses polos, segundo Fernando Alflen. A contratação de internet para professores e alunos das escolas estaduais está sendo fechado, voltado à melhoria da conectividade. O pacote de dados para acesso à internet pelo celular deve beneficiar, no Estado, mais de 550 mil usuários para o modelo de ensino misto, ou cem por cento remoto.

Na transmissão do “JDV em Foco”, o coordenador regional de Educação comentou que a Escola Abdon Batista continua com aulas virtuais na totalidade. Acredita que na próxima semana, com o término das obras de reforma da cozinha, que estão atrasadas, possa ser adotado o tempo-escola e o tempo-casa àqueles que assim optaram.

No Cedup de Guaramirim, inaugurado em novembro do ano passado, o novo ensino médio conta com três turmas e 90 matrículas. No dia 8 iniciou o curso técnico profissionalizante em Administração, com 33 matriculados, o primeiro nessa modalidade na região.

Dependendo da demanda, conforme o professor Fernando Alflen, outros cursos técnicos serão oferecidos, como contabilidade, logística, produção, mídias para redes, em parceria com outras entidades, inclusive. “Tudo dependerá do interesse e da necessidade do mercado”, concluiu.

 

Propostas para concluir escola da Tifa Martins serão abertas no dia 26

A Escola de Ensino Médio Darci Franke Welk, da Tifa Martins, poderá, finalmente, ter a obra concluída. O coordenador regional de Educação, Fernando Alflen, anunciou na quinta-feira (4), durante a transmissão “JDV em Foco” que no dia 26 de março serão abertos os envelopes das empresas concorrentes para a finalização das obras, que iniciaram em 2011 em terreno doado pela Prefeitura, que nesse tempo foi alvo de vandalismo e também abandono da parte dos dirigentes políticos e educacionais do Estado.

O quadro atual é de completo abandono. Já foram gastos mais de R$ 8 milhões. Em novembro, duas empresas se habilitaram para concluir a obra, mas foram desclassificadas por falta de competência técnica. Os valores foram revisados e o orçamento dessa etapa final está em R$ 1,2 milhão.

“Torcemos para que as empresas concorrentes tenham competência técnica e que a obra seja, enfim, concluída. É prioridade porque necessitamos desse espaço próprio. Atualmente a escola de ensino médio funciona à noite junto ao CAIC Renato Pradi, que é da Prefeitura”, finalizou.

Quer saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região primeiro? CLIQUE AQUI e participe do nosso grupo de WhatsApp!

 

Perdeu a live? Assista aqui: 

 

Notícias relacionadas

x