Política

Fórum Parlamentar Catarinense cobra Dnit sobre obras no Estado

A situação é preocupante, um levantamento feito pelo próprio Dnit mostra que já no próximo ano apenas 11% das nossas rodovias federais estarão em boas condições de tráfego. Isso é inadmissível em um Estado produtivo como o nosso

04/07/2019

Por

Fórum Parlamentar Catarinense cobra Dnit sobre obras no Estado

Coordenada pelo deputado Rogério Peninha Mendonça a bancada catarinense em Brasília reuniu-se na terça-feira (2) para discutir com o diretor geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit, general Antônio Leite dos Santos Filho, o andamento de obras que estão em execução, elaboração de projetos e também orçamento previsto para Santa Catarina. Enfático, Peninha afirmou que o Estado é proporcionalmente um dos que mais arrecadam para a União, e consequentemente o que recebe a menor contrapartida.

“A situação é preocupante, um levantamento feito pelo próprio Dnit mostra que já no próximo ano apenas 11% das nossas rodovias federais estarão em boas condições de tráfego. Isso é inadmissível em um Estado produtivo como o nosso. A bancada já esteve reunida com o Ministro da Economia, Paulo Guedes, temos também um compromisso do Governo Federal para que os recursos gerados com a aprovação da Reforma da Previdência sejam direcionados para a conclusão de obras importantes em Santa Catarina”, registrou o coordenador da Frente Parlamentar.

A pedido de Peninha, uma nova reunião ficou agendada para o mês de setembro. Com isso, o parlamentar espera garantir um acompanhamento mais próximo da execução dos trabalhos.

Documento mostra como está a situação no Norte do Estado

O documento traz a situação de todas as rodovias e ferrovias em Santa Catarina. Especificamente no Norte do Estado, a duplicação dos 73,9 km da BR-280/SC, do porto de São Francisco do Sul a Jaraguá do Sul, a obra foi iniciada em março de 2014 com previsão para janeiro de 2021. A execução financeira, ou seja, do orçamento inicial previsto, apenas 27% está executado. No lote 01, serão executados apenas serviços de OAE (viaduto do IFC em Araquari) devido à restrição orçamentária. No lote 2.1, serão executados serviços de terraplenagem, pavimentação de 3,75 km e dois viadutos e no lote 2.2 (contorno de Guaramirim e Jaraguá), serviços de terraplenagem, pavimentação e OAE (Obras de Artes Especiais) até a Rodovia do Arroz.

As obras dos túneis seguem em ritmo lento em face das restrições de orçamento. O documento traz também informações sobre os contornos ferroviários de São Francisco do Sul e Joinville. Quanto a variante Jaraguá do Sul/Guaramirim, encontra-se em estudo de viabilidade técnica econômica e ambiental. A extensão total do contorno é de 31,06 km. O estudo está com 65% executado e a previsão para aprovação é setembro de 2019.

Notícias relacionadas

x