Economia

Guaramirim 72 anos: Economia pulsante

O saldo positivo na geração de empregos é resultado de uma série de medidas para manter a economia ativa

28/08/2021

Por

Guaramirim 72 anos: Economia pulsante

O saldo positivo na geração de empregos é resultado de uma série de medidas para manter a economia ativa, sobretudo para estimular o empreendedorismo e atrair novas indústrias e empresas para o município.

Leia mais:

Para estimular a abertura de novos negócios, trazendo agilidade e desburocratizando os processos, uma das ações postas em prática recentemente foi a Sala do Empreendedor. O espaço funciona em parceria com o Sebrae e tem o objetivo de dar suporte para os micro e pequenos empreendedores de Guaramirim, com destaque para agilidade no processo de abertura dos novos negócios a partir da desburocratização de processos para emissão de alvarás de funcionamento.

A meta da equipe é reduzir o tempo de abertura des empresa para, no máximo, dois dias. Para isso, está realizando ações pautadas pela Lei Federal 11.598/07, que inclui a contratação de um projeto de desburocratização dos processos de abertura e a alteração e baixa de empresas. O primeiro alvará de funcionamento emitido com assessoria da Sala do Empreendedor foi do microempreendedor individual Humberto Vaz Raiter. Ele recebeu acompanhamento e auxílio da sala durante todo o processo, do início até a sua efetivação.

O prazo para abertura de empresas em Guaramirim caiu de 38 dias para, em média, 12 dias. Na Sala do Empreendedor já foram contabilizados mais e 1400 atendimentos, incluindo consultorias do Sebrae e de instituições financeiras e contábeis.

Ao mesmo tempo, apenas em 2021, o município registrou 272 pedidos de abertura de novas empresas, número que mostra a confiança e a vontade que a população tem de crescer junto com Guaramirim. Desejo este correspondido através de programas de incentivos como o Programa de Microcrédito de Guaramirim (ou Programa Juro Zero), lançado em dezembro de 2020, que empodera os empreendedores para que eles possam investir e ver seus sonhos se tornarem realidade.

Como funciona: através do Programa de Microcrédito, os microempreendedores individuais (MEI) podem solicitar financiamentos de até R$ 3 mil e os empreendedores individuais (EI) de até R$ 5 mil. Os valores podem ser pagos em 12 parcelas, sendo que as dez primeiras são referentes ao montante emprestado e as duas últimas os juros correspondentes – podem vir a ser quitados pela Prefeitura, conforme contrato e pagamento das demais parcelas antes do vencimento. Até o momento, 118 empresários foram atendidos pelo programa de facilitação de crédito.

Texto: Carolina Raquel Veiga

Quer saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região primeiro? CLIQUE AQUI e participe do nosso grupo de WhatsApp!

Notícias relacionadas

x