Brasil

Homem é condenado a 1.080 anos de prisão por estuprar enteada 90 vezes em Santa Catarina

A vítima confirmou durante depoimento ter sofrido violência sexual por parte do padrasto

10/05/2023

Um homem, que não teve a identidade revelada, foi condenado pela Justiça de Santa Catarina a 1.080 anos de prisão em regime inicialmente fechado por estuprar a própria enteada pelo menos 90 vezes. De acordo com o próprio Poder Judiciário do Estado (PJSC), a pena é uma das maiores já aplicada contra uma pessoa na história.

Segundo informações do órgão, o réu foi preso em flagrante após a mãe da vítima flagrar o crime no início deste ano. No dia da prisão, a mulher teria retornado para casa antes do previsto, sem avisar o então companheiro, e o flagrado saindo de um quarto sem roupas. O criminoso impediu a mulher de entrar no cômodo, mas a mulher conseguiu ver a filha sob uma prateleira e com roupas que não eram dela. Em seguida, ela acionou a Polícia Militar (PM), que o prendeu.

A vítima confirmou durante depoimento ter sofrido violência sexual por parte do padrasto, e ele confessou o crime. “Todas as ações cometidas de modo diferente e com absoluta consciência. Isso faz transparecer, prossegue o juiz, muito mais um estilo de vida criminoso do que delitos ocasionais praticados em sequência, o que de nenhuma forma pode ser subsídio para o abrandamento da pena, como ocorre no caso de continuidade”, divulgou o órgão, em comunicado nesta quarta-feira (10).

O réu não pode recorrer em liberdade, decidiu a Justiça.

Conteúdo publicado por Banda B

Quer saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região primeiro? CLIQUE AQUI e participe do nosso grupo de WhatsApp

Por

Editora, analista SEO e responsável pelo conteúdo que escreve. Atenta aos conteúdos mais pesquisados do país.

Notícias relacionadas

x