Estadual

Homem é condenado a mais de 43 anos por estuprar as duas filhas em Criciúma

Aos 17 anos, o homem aceitou que a menina se casasse desde que continuasse a manter relações sexuais com ele, mediante ameaça de morte contra ela e pessoas da família

08/10/2021

Por

Jornalista apaixonada por cultura e segurança pública

Homem é condenado a mais de 43 anos por estuprar as duas filhas em Criciúma

Divulgação/TJSC

Um homem foi condenado pela 1ª Vara Criminal da Comarca de Criciúma a 43 anos, seis meses e 11 dias de reclusão, em regime inicialmente fechado por estuprar as duas filhas. A decisão é do juiz substituto Guilherme Costa Cesconetto.

Segundo o Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC), uma das vítimas, de 18 anos, teria sido abusada pelo pai desde os 11 anos. 

A outra filha, com 11 anos na época dos fatos, também teria sido vítima dos atos praticados pelo homem. 

Conforme a denúncia, durante seis anos quando a madrasta se ausentava da residência em que viviam e também em uma matagal na cidade de Nova Veneza, o pai estuprou a filha mais velha. 

Aos 17 anos, o homem aceitou que a menina se casasse desde que continuasse a manter relações sexuais com ele, mediante ameaça de morte contra ela e pessoas da família, pois o acusado dizia possuir arma de fogo. 

O réu está preso desde março. Ele também foi condenado a indenizar as filhas em R$ 17 mil por danos morais. 

A defesa pediu que ele respondesse em liberdade, mas o pedido foi negado. O processo tramitou em segredo de Justiça. A decisão cabe recurso ao TJSC.

Quer saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região primeiro? CLIQUE AQUI e participe do nosso grupo de WhatsApp! 

Notícias relacionadas

x